Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DEIXA

Deixa-me atirar em teu regaço
para que sinta o que tenho há
muito tempo guardado para te
dar dentro deste sôfrego peito.

Deixa te namorar para que possa
me interpor em teu coração, e
oferecer o sentimento mais sublime
que é o prelúdio da canção do amor.

Deixa segurar as tuas mãos
simplesmente, e com elas
entrelaçadas exceder o limite
à nós facultado pelo tempo.

Deixa encontar meu rosto ao teu
para experimentar o perfume que
exala de ti como se fosse
das pétalas de uma flor.

Deixa estar ao teu lado,
na noite enluarada ou não,
durante o dia com  ou sem sol,
para que não me veja sempre só
amargando um espaço de
tempo vazio e sem fim.

Deixa enfim, a chuva da esperança
com seus novos dias cairem e depois,
sermos envolvidos pela brisa
de uma nova estação emudecendo
assim, o que foi julgado com antecipação
causando inquietação ao coração....













Wil
Enviado por Wil em 16/11/2005
Código do texto: T72552
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Wil
São Paulo - São Paulo - Brasil, 81 anos
2613 textos (84525 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 12:23)
Wil