Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ASSUNTOS PROIBIDOS

Total solidão, lá fora uma caudal
chuva, os pássaros encharcados,
as árvores ao sabor da ventania,
os estrondos ruidosos dos
trovões vindos da imensidão.
 
De repente um risco nos céus
transformando a noite
em dia, soma da energia que
recompõe a eletricidade oposta.
 
Súbito, a chuva cessa, vai
embora como chegou, rápida,
sem avisos, deixando os ruídos sonolentos
dos pingos que desprende das partes
mais altas.
 
Coincidência singular, quanto a
rapidez das águas, que de repente
chegam inundando os olhos
de lágrimas da gente...
 
Lágrimas! Chegam e partem com uma
incrível rapidez. Ninguém notaria,
 não fosse o vermelhidão que elas
provocam nos olhos, só porque,
repentinamente, se pensa em
assuntos proibidos, assim como agora
estou pensando em você...





 
 
 
 
 

   




 







Wil
Enviado por Wil em 07/11/2007
Código do texto: T726984
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Wil
São Paulo - São Paulo - Brasil, 82 anos
2700 textos (85614 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/08/17 23:28)
Wil