Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Aquela tarde que jamais esqueci


Eu...Ali perdida no tempo e no amor
Observava tudo com o coração
Via cada pedacinho doado a mim
Na beleza que eu via retratada
Olhando para tudo com alegria
Apaixonada e enternecida por ti
Nada do que via deveras deslumbrante
Podia se assemelhar a esse meu amor
Os cumes imponentes cheios de vida
Aquele céu lindo, azul cor do mar
Onda as nuvens passam a passear
Ofertando a leve brisa repleta de fragrâncias
Via as lindas aves a voarem livres, soltas
Pelo tempo da eterna saudade, clamando
O belo amor e a suavidade do momento
Onde as cores diversas nos aquecem o coração
Tal a nobreza do momento, talvez um paraíso
Que um belo pintor apaixonado retrata com ardor
Usando a sua emoção e amor nas tintas
Eu estava agradecida pelo aquele belo momento
Que poderia descrever em muita mais poesia
Mas só quem é poeta e fingidor poderia
Falar o que não sente o coração e usar a ilusão...
Mas aquela tarde e aquele momento está aqui
Neste meu coração fortalecendo o amor
Que sinto por ti em cada dia que passa
Como aquela tarde que ficou imortal aqui cravada.

Betimartins
Enviado por Betimartins em 07/11/2007
Código do texto: T727149

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Betimartins
São José do Rio Preto - São Paulo - Brasil
1675 textos (97472 leituras)
9 áudios (899 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/08/17 07:09)
Betimartins