Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sabiá canta de lá!

Sabiá canta de lá, que hora desejada!
Apaga essa estrada longa e deserta...
Dessa vida severina e peito apertado...
Acalenta os dias sem o meu amor...
Regresso esperado, cheiro de perfume...
Abraço demorado, beijo apaixonado...
Sorriso largo e olhar faceiro...
Ah! Sabiá, tu que andas por aí...
Já disse o poeta em outra melodia...
Vais aí onde mora o meu amor...
Diz a ele que o amo. “Por favor”.
Sabiá, voa logo, traz notícias...
A linda morena está na janela...
Somente a ti esperar... Sabiá canta de lá!
Socorro Castro
Enviado por Socorro Castro em 07/11/2007
Reeditado em 10/11/2007
Código do texto: T727496

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Socorro Castro
São Luís - Maranhão - Brasil
275 textos (25256 leituras)
4 e-livros (197 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 19:33)
Socorro Castro