Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AMOR

Flor que se despe
E transmuta
Transfigurando-se
Na triste e leda madrugada
Lágrima
Que cai
Não só
Mas acompanhada

Amor

Beijo
Feérico
E imortal
Beijo
Desejado
Que se dá
Ás claras
Ou escondido
Beijo
Que ninguém
Leva a mal

Amor

Carícias
Corporais
Na osmose de corpos
Que nunca estão sozinhos
Mas sempre acompanhados
Pela alma que os abençoa
Pois eles são por natureza
Abençoadas

Amor

Religião
Comum
Entre credos diferentes
O Deus pode ser antagónico
Mas isso é uma ilusão
Isso é algo de aparente

Amor

Fogo
Que alastra
Na planície
Dos sentidos
Fogo que arde
Consumindo
Não consumindo
A vontade
De nunca
Estar sozinho

Amor

Livro perpétuo
Que se está sempre a ler
Que nunca irá acabar
Pois as palavras
São sempre novas
Nunca se hão-de esgotar
Num misto de calor
E de alguma dor
As linhas
São pouco lineares
E demasiado claras
Sendo isto um jogo
Sendo isto

Amor
Miguel Patrício Gomes
Enviado por Miguel Patrício Gomes em 08/11/2007
Código do texto: T728225

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Miguel Patrício Gomes
Portugal
5148 textos (173436 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/17 21:45)
Miguel Patrício Gomes