Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SE EU AMASSE

Se eu amasse, fosse como fosse,
Não sentiria dor nem desalento,
Canção, para mim, seria o vento,
E o amargo se tornaria doce.

Se eu amasse, fosse como fosse,
Amaria você que tenho em mente
Que faz meu sangue dormente,
Com seu olhar ignescente.

Se eu amasse, fosse como fosse,
Não faria uso da voz, da palavra,
Porque o amor é como a lavra
Que brota muda no tempo certo.

Se eu amasse, fosse como fosse,
Desapareceria a nostalgia,
Embriagar-me-ia de tanta poesia,
Nas madrugadas de aragem fria,

Se eu amasse...

19/05/04.
Maria Hilda de Jesus Alão
Enviado por Maria Hilda de Jesus Alão em 21/03/2005
Reeditado em 23/03/2005
Código do texto: T7283

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria Hilda de Jesus Alão
Santos - São Paulo - Brasil
848 textos (339206 leituras)
19 áudios (10567 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 30/09/16 03:39)
Maria Hilda de Jesus Alão