Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Abre-me as janelas do teu ser…
 
Contemplando-te na penumbra da noite, onde teu olhar fica ofuscado, pelo que não posso lhe contemplar por dentro, visto que seus olhos são as janelas da tua alma.

Sinto-me perdido como quem está a procura da jóia perdida, que me é tão querida e sem a qual não imagino viver.
 
Deixa-me tocar seus olhos, deixa-me por eles fazer meu olhar penetrar e assim sentir-te por dentro, sua ânsia e seu desejo perceber.
 
Quero me inteirar de seu coração, quero-te por completo, sem medo, sem proibição.
 
És meu sonho ainda não revelado, és minha busca pelo prazer encantado.
 
Abre as janelas do teu ser, deixa-me teus olhos perceber.
Mprado
Enviado por Mprado em 08/11/2007
Código do texto: T728654

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Mprado
Portugal, 65 anos
377 textos (24034 leituras)
10 áudios (2296 audições)
2 e-livros (61 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 13:05)
Mprado