Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ESTOU PELO AVESSO

Delícia é tua língua
descobrindo meus precipícios,
solistícios de primavera,
eternidade de quem espera...
De olhos fechados,
vejo céu de veludo,sinto tudo,
provo teu corpo,teu desejo
e sou algo entre o céu
e o mar,quero isso,quero,
quero sentir se sentir é amar...
E tuas mãos são guias,de noite
o dia,de dia sou noite e ardo,
e não tardo a ver estrelas...
Minha mais profunda pele
é tua taça,sou borboleta,
asas abertas,tu casa mi casa,
a gente se casa,a gente se acha...
Encaixa tua alma na minha...
Ó...Nem sei mais o que estar sozinha...
Saboroso momento de sensações...
Mais e mais...Toque-me...
Bocas em passeio,meu seio,
meu desejo te sente,te sente...
A gente viaja em alegria,
sintonia perfeita,
poesia de corpos,poesia do infinito...
Te fito e tudo é recomeço,
e estou pelo avesso...


Karla Bardanza
 


 
 
Karla Bardanza
Enviado por Karla Bardanza em 10/11/2007
Código do texto: T732033

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Karla Bardanza
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
219 textos (16620 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/10/17 11:30)
Karla Bardanza