Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sol...





Teu nome e sol,que me ofusca
Desnuda-me em caricias macias
De remanso me torna manso
Inebrio-me em teu colo o descanso

Perco-me em teu corpo, como na ilha
Arrepio tua pele macia,no brilho das
Garças pardas,beijo a madrugada
Assanhada.

Tomo a água que não aplaca a sede
Amo-te no ofuscar lampejo na praia
Entre os mares que finda em nossos pés
Brilhamos na eternidade nossos grandes
Momentos unidos ,na fome que não acaba
No chão, na cama, na rede.


demetrioluzartes
Enviado por demetrioluzartes em 11/11/2007
Código do texto: T733003

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (demetrio luzart). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
demetrioluzartes
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil
979 textos (36488 leituras)
12 áudios (773 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 04:21)
demetrioluzartes