Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema Absoluto

O belo explicito
no poema nu
sobre a página do lençol.

Livro aberto...
poesia em repouso
ante o êxtase dos olhos.

Estrofes de estrelas
alinhadas em sílabas
de luz.

Rimas perfeitas
de seios e lábios
de pés e mãos, braços e pernas.

O belo canta
em decassílabos
na anatomia revelada.

Texto exposto
na textura harmonizada
em pele e pêlos.

Ah, inspiração divina...
o corpo
do poema absoluto.
Vaine Darde
Enviado por Vaine Darde em 11/11/2007
Código do texto: T733235

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Vaine Darde
Capão da Canoa - Rio Grande do Sul - Brasil
543 textos (85080 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/08/17 16:50)
Vaine Darde