Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Infinito

Por tudo que aprendi sobrevivendo
não posso possuir qualquer vaidade,
não cabe ser em mim o que não sou.

Apenas desempenho meu papel
na cena que enceno neste palco,
intérprete de mim em cada ato.

Eu vivo do texto que elaboro
na humilde trajetória que descrevo
entre as rosas que cultivo e as estrelas.

Não tenho orgulho algum, eu vim do pó
e o pó é meu único destino
após o ocaso anunciado.

Mas sinto-me um deus nesse momento
quando tu me conduzes pela mão
aos portais sublimes do infinito.
Vaine Darde
Enviado por Vaine Darde em 11/11/2007
Código do texto: T733243

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Vaine Darde
Capão da Canoa - Rio Grande do Sul - Brasil
543 textos (85483 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/10/17 09:29)
Vaine Darde