Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Falar de Amor... Amar

Você , me  ouve ? Não   . . . ?
Um dia , eu lhe disse que escrevo ficção e, você, além do óbvio, não me leu!

Onde está você que me perdeu?
Onde estava eu que te deixei acreditar e . . . se mandar?
Cadê seu olhar de me enxergar?
Porquê os poetas não  devem  se tocar?

Vou escrever uma oração daquelas que se faz no âmago da alma
mas, preciso saber o porquê de você perguntar : "Onde tá o pessoal?"
Não me viu te responder?

Você queria aplausos em festas suntuosas nesse teu louco    imaginar?

Sê verdadeiro e  me diz:
Você não acredita em meu pedido ou apenas se faz  de  . . .  bandido?

Você estava poetando no  vazio, querendo seus versos  postar?
Que tal você parar, se dar mais  e. . .  aqui pousar?

Eu queria que seus versos não fossem apenas ficção , prá poder lhe  responder em uma prece de oração . . .
o que vêm ser Vôos sem Asas   ...

Sem laço  . . .  entristeceu o meu  peito
as  palavras se calaram  na  garganta
Hoje ,sou uma mulher menina ,perdida em meio de momentos  partidos . . .dessa intensa saudade
Está muito triste aqui sem laços ...
sem você e , ..  meu  amor nesse estado de estagnação
que o silêncio se fez e  . . .  impera!
É aí que vemos a faca afiada da vida  a esparramar o sangue  e a dor em seu corte mais profundo . . .
A do desamor!
Sei, também, que a vida não é só dor!
É por isso que, não sei rezar, sei poetar  versar sobre o amar e . . .
Te Enfetiçar!

Nesse momento estou me sentindo sem  chão . . . a procurar   uma oração que enlance teu coração  . . . sem te despertar tesão

Me mostrei forte prá você e de todas as formas tentei me   esquecer das fragilidades, que se tornaram nós na lida  . . .
da calada da vida
Mas,você não me ouve!
Você  só quer  ler  seus  poemas   na rede , rompendo  as barreiras  da luz , a alcançar os amigos, ainda não conhecidos
Me ouça . . . hoje!
Por instantes essa sua luz poderia se apagar, deixando    meus rogos chegar até a você

Quero te  escrever uma prece e me perco em atolados  e  complexos  versos  desses  . . .  castrados   , ordinários já tantas vezes referenciados por  mim e   isso,  acredite ,me fez muito mal!

Me empresta suas mãos de escritor, me faça versos em forma de oração que toque meu espírito já em pedaços  . .
Me ajude a escrever um poema que fale das verdades de  amigos,de seus caminhos trilhados. . . em suas
entregas incondicionais
Mas você se foi e ,entre profanos amores se perdeu . . .

Quem deseja uma mulher de fato,que chora no ato?
Quem ama essa mulher querida,que se faz de sunshines em vidas?
Não ...não  te peço por palavras frias que se traem em   elogios  vazios . . .
Uma prece,esta,eu a quero!
Preciso tanto do acalento do teu carinho desmedido  de     nossos sagrados  momentos. . .

 
Quem mais vai querer ouvir meus ais lascivos de tão sentidos,
em  meio  aos  meus uivos e gemidos?
Quem mais  iria trocar o nome da reza quando se faz em promessas e se entrega a  versos de desejo?
Ouça-me . . . !
Seja meu   amigo . . . meu  acalento!
       
Você diz ser chuva e ,poder me fazer em flor?
Então  . . . porquê  você de meu jardim desapareceu ?
Queria tanto te dizer uma prece, mas,não consigo te encontrar

Vem...! empreste-me seu ombro amigo
Me aninhe em seu  colo  . . . deite  seu olhar  sobre  o  meu, afague, suave,  meus cabelos. . .

Te chamo para falar de amor
e ,te dizer:
Cadê você que  me perguntou
" Onde está  todo  mundo?"
Venha! Apareça!
Estou aqui a te esperar . . .
Porquê você não me responde?
Não me ouve ?
Gritei a te pedir mas , você não tá lá nem aqui. . . em  nenhum lugar    !
Enquanto isso ,meus  poemas
se perdem em seus sentidos restritos despertados por um encontro de corpos abençoados e, maravilhosamente. . . aquecidos!
Mas,cadê você que não me responde?
Nem para um dueto entre amigos?
   
       
Falo que minha oração é a de se Dar   . . .
a de Amar!
Falo que estou aqui a te esperar
Vem . . . venha junto a  mim ,para de amor se  falar e . . .
   
            AMAR!

SoraiaMaria
Enviado por SoraiaMaria em 19/11/2005
Código do texto: T73408
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
SoraiaMaria
Governador Valadares - Minas Gerais - Brasil
81 textos (350202 leituras)
3 e-livros (488 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 02:05)
SoraiaMaria