Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

FENÔMENOS NATURAIS

Segue a galope
No teu corcel rubro
Saciando os desejos
Devorando os beijos
Tal como banquete à mesa
Vai como amazona
E liberta-se de si
Transcende-se
E liberta-se de si
Segue a galope
Tua pele molhada
Crava tuas unhas
Solta tua voz
Curva teu corpo
Sincroniza-o
Aos movimentos precisos
O galope perfeito
Arcada cravada
Domínio pelo quadril
Por entre as pernas
Uma sela macia
Sussurros desconexos
Findada a cavalgada
Horizontes aos olhos
Maremoto contido
Tempestade virou arco-íris
Furacão virou brisa
Liberta de si.
POETA URBANO
Enviado por POETA URBANO em 12/11/2007
Código do texto: T734427
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
POETA URBANO
Camaçari - Bahia - Brasil, 42 anos
532 textos (13156 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/10/17 22:17)
POETA URBANO