Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VOU-ME DEIXAR LEVAR

Nas asas
De um amor
Que não tenho
Que nunca tive
Mas vamos lá fazer
Como O Poeta
E fingir
Que existe

Vou-me deixar levar

Por beijos imensos
Por essa secreta emoção
Que cobre tudo
E todos
Com o seu véu sublime
Da Imensidão

Vou-me deixar levar

Por esse
Estranho
E sedutor mar
Que tanto nos aproxima
Como nos pode afastar

Vou-me deixar levar

Pela saudade
Irrisória
Pois saberei
Que somos nós os dois juntos
E não ela
Que escreverá a nossa história

Vou-me deixar levar

Por carinhos secretos
Que fazem parte
Da nossa cama
Na volúpia
De um regaço
Mutuo
De bem aventurança
De onde
Num belo dia
Será gerada
Uma criança

Vou-me deixar levar

Pelo álcool
Das palavras ou dos sentidos
E irei berrar bem alto
E escrever em tamanho descomunal
Porque és minha
E eu sou teu
No nosso Amor
Que em todo o lado
Nunca se terá visto nada igual

Vou-me deixar levar

Em sonhos perpétuos
Sublimes
Nessa arte
Que é imaginar
E ficar radiante
Por os partilharmos
Por te ter a meu lado
Quando acordar

Vou-me deixar levar

Para mais mil anos
E ainda mais mil
Que tenho para viver
A teu lado
Porque só
Não tenho vontade
De navegar
Na espuma dos novos dias
Pelas planícies da eternidade
Mundo fora
Estrelas a explorar
Espalhando por toda a galáxia
A nossa nobre arte de amar
Resumindo tudo
A uma frase onírica
Que deixarei a quem ficar
Para trás
Amo e sou amado
E por isso:

Vou-me deixar levar…
Miguel Patrício Gomes
Enviado por Miguel Patrício Gomes em 12/11/2007
Código do texto: T734522

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Miguel Patrício Gomes
Portugal
5147 textos (173402 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/10/17 07:19)
Miguel Patrício Gomes