Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O Amor Em Devaneio



Deito-me na relva macia do infinito,
onde o verde verte o olhar além das fronteiras,
limites inventados, inexistentes diante do encontro,
fazendo-me em espera, sob o portal do tempo,
descansando os sonhos no passar das nuvens.

Vejo as frestas pela luminosidade,
que incide sobre os pensamentos soltos,
brilhando alegrias pressentidas
de um acontecer antecipado,
além das promessas que tenho vivido.

Fecho os olhos e sinto as mãos cariciosas,
que ternamente desembaraçam minhas ideias,
plenas de um carinho sincero e envolvente,
daqueles que somente sente quem tem a sorte
de viver um amor verdadeiro...


ENIGMA
Enviado por ENIGMA em 13/11/2007
Reeditado em 15/07/2013
Código do texto: T735668
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
ENIGMA
Seattle - Washington - Estados Unidos
1120 textos (182401 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/08/17 17:56)
ENIGMA