Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MAIS UMA VEZ

Mais uma vez repetimos:
“o sonho acabou” e rimos,
Mais uma vez choramos,
As lágrimas dos desenganos,
Mais uma vez os dissabores,
De mais uma perda, os horrores
Da orfandade maldita,
Que dissemina, ninguém acredita,
Mais uma vez estamos aos prantos,
Caímos em nós sem encantos,
Mais uma vez e vez mais,
Somos arrastados da paz,
Mais uma vez isso se repete,
E o chorar não mais diverte,
Mais uma vez, talvez nem somos,
Desse pranto os reais donos,
Mais uma vez, talvez só,
Nem tenhamos mais dó,
Mais uma vez aqui ficamos,
Desolados, sós e cantamos,
A vida passageira como só ela,
Como se a víssemos pela janela,
E mais uma vez ainda mais,
Ficamos sem os sonhos reais,
Que tanto perseguimos a esmo,
Se não compreendemos nós mesmos,
Mais uma vez a dor confere,
E com sua adaga nos fere,
Nos molesta com cicatrizes,
E mais uma vez ficamos infelizes.

1.996
JOSE LINS
Enviado por JOSE LINS em 15/11/2007
Código do texto: T737883
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
JOSE LINS
Lins - São Paulo - Brasil, 61 anos
499 textos (31391 leituras)
26 áudios (1987 audições)
4 e-livros (114 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/08/17 05:31)
JOSE LINS