Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Tudo Aconteceu...

Tudo aconteceu tão derepente,
Que não imaginávamos que fosse assim,
O amor que sentíamos um pelo outro.
Era verdadeiro, mas ate que ponto?

As juras de amor eterno.
Os Planos de uma vida a dois,
Foram jogados foras,
Destruídos por mim e você.

Nós somos os culpados.
Nos arremessamos a solidão,
Destruí-nos nossos planos,
E magoa-nos os corações.

Deixamos nosso relacionamento cair na rotina.
Destruímos nossa paixão com discussões boba.
Com atitudes infantis,
Com ingenuidade que não imaginávamos ter.

Nosso amor morreu,
Nós o matamos e não percebemos,
Somos assassinos, somos loucos.
Assassinamos nosso próprio amor.

Somos réus confessos,
E únicas testemunhas,
Do nosso próprio crime,
Vamos tentar ressuscitá-lo.

Nosso amor foi assassinado,
Na última discussão,
Foi assassinado a socos e pontapés.
Seu sangue jorrou em forma de lágrimas.

Foi sepultado a gritos e palavrões
Mas não o deixamos descansar em paz
Depois de um longo silêncio...
O ressuscitamos com um beijo.

                                                                       Adriel Gael


Adriel Gael
Enviado por Adriel Gael em 20/11/2005
Reeditado em 27/11/2005
Código do texto: T73790
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Adriel Gael
São Paulo - São Paulo - Brasil, 32 anos
22 textos (21206 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 01:59)
Adriel Gael