Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Nossos Corpos

Infinitamente
sem linguagem...
sem linhagem...

miramos

a lua semi nua,
reluzente ensaia
numa voz rouca

canta

velha canção
vela nossos
doidos corações

sorri

ao longe o mar
cheiro de maresia
bem querer

desejo

timidez sorrateiramente
esvai-se delirando
e pedindo mais

amor
Sandra Almeida
Enviado por Sandra Almeida em 15/11/2007
Código do texto: T738281
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Sandra Almeida
Cacoal - Rondônia - Brasil, 59 anos
288 textos (6800 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 16:50)
Sandra Almeida