Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AMOR, QUISERA EU...


Quisera eu poder conter a fúria do oceano, para que ele impedisse a tua partida.
Quisera eu poder roubar as estrelas do céu, para iluminar o teu caminho.
Quisera eu poder ser a brisa, para voar através de teu pensamento.
Quisera eu poder ser o sol, para queimar os problemas teus.
Quisera ser um pássaro, para que em minhas asas, voássemos às partes mais belas do mundo.
Quisera ser o amor, para entrar em teu coração e apaixonar-te por mim.
Quisera ser o alguém em quem tu pensas e amas.
Quisera ser tua sombra, para estar sempre junto a ti.
Quisera ser o destino, para guiar teus passos em meu rumo.
Quisera ser a morte, para acabar com tudo e separar meu coração para sempre de ti.
Não!...Nem mesmo a morte pode acabar com meu amor e separar-me de ti.Meu amor é infinito!
Nem mesmo ela, fará de ti eu me esquecer!

Quisera ser livre, para que na vida pudesse ser dona de meus atos.
Quisera eu poder falar pessoalmente com Deus, e pedir-Lhe que iluminasse os homens!
Talvez eu quisera tudo isso, mas eu nada tenho, eu nada sou, eu nada posso!
Agora, tenho que me contentar em ser eu mesma...
Um alguém escondido, infeliz, distraído...Um alguém que procura em outro alguém uma razão para viver, mas não encontra...E então não sabe o que fazer.
Quem eu tinha perdi...
Depois disso, eu quisera ser uma criança, para que em meus sonhos eu fugisse á realidade e vivesse a fantasia de meu mundo infantil.
Quisera ser uma borboleta multicor voando livre no infinito.
Quisera eu poder sair pela vida, à procura de ti que perdi...
Quisera viver em função de ti, com um sentido real para existir...
Quisera estar a teu lado, nesse momento, poder sentir tua presença,
Ver teus olhos azuis, teu rosto moreno...
Quisera eu poder olhar em teus olhos, tocar tua face, ouvir tua voz carinhosa...
Mas não!Estou aqui, nesta solidão...
Sofrendo o desgosto de saber que estás longe e nem sei onde...
Não disseste nem um adeus!
Partiste sozinho, seguindo uma estrada sem fim...
Eu fiquei, aqui, com os sonhos e os quereres meus...
Fiquei à espera de tua volta...
E se não voltares?O que será de mim?












Denise Severgnini
Enviado por Denise Severgnini em 20/11/2005
Reeditado em 20/11/2005
Código do texto: T73883

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, desde que seja dado crédito ao autor original (Denise de Souza Severgnini http://www.denisesevergnini.recantodasletras.com.br) e as obras derivadas sejam compartilhadas pela mesma licença. Você não pode fazer uso comercial desta obra.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Denise Severgnini
Novo Hamburgo - Rio Grande do Sul - Brasil, 57 anos
11345 textos (916756 leituras)
16 áudios (8882 audições)
311 e-livros (34110 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 06:03)
Denise Severgnini