Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

''Escolhas''


Há quem escolha o padrão
Há quem escolha o normal
Para não se ferir
Para não polemizar
Para não perder a calma
Para sofrer menos
Para discursar no mesmo tom
Para deslizar no mesmo som...

Há quem escolha o mais simples
O pouco sonhado
O nada complicado
Para amar igual
Para transparecer natural
Para se fazer habitual e não
Criar nada de anormal...

Há quem escolha a mesmice
As palavras decoradas
O mesmo cumprimento
Diário
A forma usual
Há quem acredite que escolhendo assim
Esteja colhendo o fruto carmim...

Eu escolho o que me escarnece
Aquilo que dilacera
Que expõe...
que é polêmica...

Sou a ousadia no gestual
A irreverência no pontual
Sou sangria desatada
Vou fundo,quero o profundo
Mentira me enlouquece
E falsidade bate de frente...
 
Com minha ira
Não quero unanimidade
Quero argumentação forjada
Naquilo que me convença
Quanto a viver,escolhi
O honesto...
o transparente...
A carne exposta...
a alma líquida...
e o coração alado...
Me queira como sou
Ou me deixe onde estou............
Neguinha Mucelli
Enviado por Neguinha Mucelli em 16/11/2007
Código do texto: T739172

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para o site ''www.sitedoautor.net"). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Neguinha Mucelli
Contagem - Minas Gerais - Brasil, 59 anos
175 textos (9082 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 16:50)
Neguinha Mucelli