Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Prisioneiro do Amor

Um olhar, minha vida
Para sempre eterno guia
Versos e disfarces
Uma poema e suas partes
Assim, feito eu e você.

Bossa nova toda hora
Ta na rua ou na escola
Sou eu, visto em você

Uma maneira assim...
De chorar e então sorrir
Pois desperto do meu sonho
Acordo vou de encontro
Para lhe fazer feliz

Amor, ato sincero
Faz deste sentimento algo belo
Tornando-o marcante
Vez por outra, tão sincero.
dos Santos
Enviado por dos Santos em 16/11/2007
Reeditado em 20/06/2009
Código do texto: T739236

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
dos Santos
São Paulo - São Paulo - Brasil, 11 anos
369 textos (66521 leituras)
7 e-livros (1313 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/10/17 02:12)
dos Santos