Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Letras 0197 - Sem você



Amanheceu,
era para ser sol,
só restou eu e o dia,
nada seu ficou em mim.

Meu sol foi contigo,
meus horizontes
as vontades dos amanhãs
até meu cansaço.

Tudo está muito frio,
o vazio tomou conta,
caminho quilômetros dentro de casa,
e lá não tem ninguém, nem eu.


Amanheço do jeito que anoiteço,
esses dias levaram a lua,
olhei da minha janela,
meu apartamento ficou sem céu.

Na madruga deixaram na porta
uma caixa de solidão,
não tenho luz, não tenho roupa,
se não tem você, não me tenho mais.

Volta qualquer dia, (se quiser)
nem que seja pra ver o amanhecer,
não tem tristeza que te vença,
afinal você é a alegria.

Daqui a pouco vai mudar o dia,
apenas muda, não amanhece,
sem você, nem sol, nem lua, só eu,
esperando sentado na porta da rua.

16/11/2007
Caio Lucas
Enviado por Caio Lucas em 16/11/2007
Código do texto: T739752
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Caio Lucas
São Paulo - São Paulo - Brasil, 69 anos
4429 textos (116807 leituras)
1 e-livros (168 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 23:31)
Caio Lucas