Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sublime ato de amar

Eu posso ser
tudo o que eu quiser!
A poesia é o portal
para a alma imortal
do poeta.

Eu posso ser o vento
que sussurra...
Eu posso ser o tempo
que geme...
Posso ser a chuva
que chora...

E viver loucamente
neste processo
de transmutação.
Ser o que não posso,
transformar-me
no que eu desejo.

Como gotas de chuva
percorrendo o rosto
inundando estes olhos
lavando tuas lágrimas.

Gotas de chuva
mergulhando na boca
misturando-me
confundindo-me
com a tua saliva.

Gotas de chuva
percorrendo o corpo
suado
misturando-me
com o teu suor.

E com o calor de teu corpo
evaporo...
Elevo-me ao céu
de encontro com as nuvens.

Para depois retornar
lavar o corpo
purificar a alma
neste sublime ato
de transformar!
Mauricio Chila Freyesleben
Enviado por Mauricio Chila Freyesleben em 17/11/2007
Código do texto: T740662

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Mauricio Chila Freyesleben
Piçarras - Santa Catarina - Brasil, 44 anos
296 textos (15490 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/08/17 03:00)
Mauricio Chila Freyesleben