Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Num estio de amor

JUNTO SEU aroma na solidão
Dissolvo volúpia nesse sentir
Com letras singelas numa criação
Sinto em minhas mãos sabedoria
Num guardanapo um poema
Numa adega necessito degustar
Sua boca taça de vinho numa poesia
Delícia, esperança nesse existir...
Palavra pronunciada no prelúdio
Dessa manhã premente de carinho
Num aperitivo de beijo infinito
No último lampejo de lembrança
Minhas mãos envolvem seu corpo...
Como um urso sua presa indefesa
De repente escrevo seu nome
Cinco letras e nenhuma surpresa
Atraente num estio de amor
Sussurro seu nome ao vento
Ouço seu nome ecoando
Dentro do meu peito sedento
Numa palavra desvelando-se
Em ondas no mar de Manguinhos
Um presságio de amor nessa dor
Numa ode declamo versos
Numa elegia recordo meu amor
Num soneto contemplo sua beleza
Num madrigal componho uma canção
Nesse amor onírico sinto-me feliz
Nos seus olhos encontro redenção
Sem limites seja em qualquer estação
Realidade é sonhar com você
Ton Machado Guimarães
Enviado por Ton Machado Guimarães em 18/11/2007
Código do texto: T742097

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Ton Machado Guimarães
Serra - Espírito Santo - Brasil
142 textos (8844 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/08/17 11:47)
Ton Machado Guimarães