Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Solidão Presente




Mesmo meu amor perene
Tento guardá-lo, sem sobra
sem fim
Na solidão presente

Mandai os guardiões do tempo
Que entre seus dedos a poeira
Infinita escapa o fino ouro
Das lembranças perdidas

As nevoas espessas choram
As lagrimas de vidros opacas
Que molham você dentro de mim

demetrioluzartes
Enviado por demetrioluzartes em 18/11/2007
Código do texto: T742156

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (demetrio luzart). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
demetrioluzartes
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil
979 textos (36506 leituras)
12 áudios (773 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/08/17 02:05)
demetrioluzartes