Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DISTÂNCIA

Nem mesmo à distância que nos separa,
E esses desacertos que nos cercam,
Nem essa sua teimosia constante,
Farão este amor ter um fim.

Pois quando distante estás,
Meu coração fica a te reclamar, mas,
Quando chega ao  meu lado,
Eu volto novamente a sonhar.

Assim tem sido a  minha vida, quando longe tu estás,
Clamo a sua volta repentina, mas, se acaso não voltas,
eu sinto, uma tristeza infinda.

05/05/98
Olavito
Enviado por Olavito em 18/11/2007
Código do texto: T742255

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Olavito
Sorocaba - São Paulo - Brasil, 65 anos
583 textos (39870 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/08/17 16:50)
Olavito