Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto



SÚBITO PRAZER

Há um súbito prazer
nos olhos que se encontram
e a emoção não podem conter

Zélia Nicolodi


AMOR, SÚBITO PRAZER

desejo disfarçado de ternura,
Um querer contido à espera da explosão
Súbito arroubo, ainda que mesclado em candura,
Prazer latente, próximo à ebulição...
Nos dizeres de teu olhar, eu leio,
Olhos sequiosos por nosso deleite
Que no encontro de corpos, sem receio,
“Se unirão” como presente e enfeite...
Encontram formas de trocar carinhos
e sensações, as mais profundas...
A mão que tateia, procura caminhos,
Emoção lasciva... Tu me circundas,
Não deixando dúvidas do teu querer.
Podem romper-se as barreiras.
Conter amor? Jamais!...Este inesperado prazer!

Zélia Nicolodi//Denise Severgnini
Denise Severgnini
Enviado por Denise Severgnini em 19/11/2007
Código do texto: T743418

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, desde que seja dado crédito ao autor original (Denise de Souza Severgnini http://www.denisesevergnini.recantodasletras.com.br) e as obras derivadas sejam compartilhadas pela mesma licença. Você não pode fazer uso comercial desta obra.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Denise Severgnini
Novo Hamburgo - Rio Grande do Sul - Brasil, 58 anos
11345 textos (923013 leituras)
16 áudios (8886 audições)
311 e-livros (34188 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/08/17 09:14)
Denise Severgnini