Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Saboreei-te

De joelhos me curvo perante ti
Confesso o que me vai no coração
Exponho os segredos da minha alma
Terríveis pecados sem argumentação

O meu corpo intensamente suplica
Por loucuras que contigo quero realizar
Eu sei que tudo isso implica
Tantas madrugadas em branco passar

Sem te deixar dormir
O meu toque ardente irás sentir
Lento e rápido irás sugerir
Suspirando e gemendo me vais ouvir

O teu corpo com a minha língua irei percorrer
Por horas irei governa-lo e dar-lhe muito prazer
Serei escravo dos teus mais intensos pedidos
Invadirei tua alma, abafarei teus gemidos

Como dois anjos seguindo nossos Instintos
Nos entregaremos, completamente famintos
Beberei lentamente cada gota da tua essência
E sorrindo te pedirei… tem paciência!

As marcas da paixão serão um denunciador
De dois corpos que acabaram de se perder
Numa definição impossível de amor
Num infinito desejo do nosso ser

Saboreei-te
E agora tenho fome e sede de ti
Sérgio Costa
Enviado por Sérgio Costa em 19/11/2007
Reeditado em 19/11/2007
Código do texto: T743875

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Nome de autor e link obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Sérgio Costa
Portugal
23 textos (1044 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/08/17 05:31)