Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

De Olhos Fechados

De olhos fechados...
Tatear o céu,
tatuado em pele e pêlos,
pela tênue geografia
ao ocaso do abajur.

Sem luz...
Interpretando plenilúnios
ao ler Neruda, em braile,
sobre os poros arrepiados...

Viajar com os dedos
pelo teu corpo,
sem o auxílio dos olhos,
guiado por tua mão
(Cego iluminado...)
no tátil alumbramento
da nudez divinizada.

Que deus sou eu
brincando de paraíso,
preferindo o verbo à luz
pra cantar a perfeição?

Que deus sou eu
demarcando com os lábios
seu celeste território
pra buscar a eternidade
num tremor de infinito?

Ah, humana ascensão,
ver a luz de olhos fechados...
crucificado em ti,
sobre os teus braços abertos.
 






Vaine Darde
Enviado por Vaine Darde em 19/11/2007
Reeditado em 19/11/2007
Código do texto: T743877

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Vaine Darde
Capão da Canoa - Rio Grande do Sul - Brasil
543 textos (85437 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/10/17 09:40)
Vaine Darde