Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Esta paz que tu não quer

 

Minha querida

Quantas vezes eu te disse

Que tu estás enganada.

Aquele que tu vistes outro dia,

Lá na rua, não era eu.

Nada do que eu diga

Vai te convencer

Tu vê coisas que eu não faço

Tu me vê em outros braços

Quando nada aconteceu

 

Uma ponta de cigarro

Que eu largue no cinzeiro

Tu vê marcas de batom

Cheira minha roupa e diz

Que cheira a outra mulher

Este teu maldito ciúmes

Está acabando comigo

Ou tu muda, ou muda eu.

Estou cansado e quero paz

Esta paz que tu não quer

 

Quantas noites dormi fora

Pra fugir dos ciúmes teus

Não me peça pra ficar

Estou cansado e quero paz

Esta paz que tu não quer!

 

Balneário dos Prazeres:  20 / 11 /2007


Volnei Rijo Braga
Enviado por Volnei Rijo Braga em 20/11/2007
Código do texto: T745258
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Volnei Rijo Braga
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil, 70 anos
2316 textos (148982 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/10/17 20:36)
Volnei Rijo Braga