Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema de Insensatez II


De um deboche eu apareço,
Olho teus contornos mais de perto,
Afago teu ego, entrego meu trago,
traduzo teu silêncio e me distraio.

Um arrepio na alma,
tua presença me transforma,
corrompe minha paz e improvisa um canto impulsivo...
Quem dera não fosse só no infinitivo!

Precisa e certeira, te tento um convite:
Invade também o mundo, pois em sentimento já me possuíste!

Temperei meus desejos com alecrim,
arruinei meus sonhos com esperanças falsas
Derrotei minhas forças com sangue,
sangue de amor,
sangue de carinho,
sangue de desespero,
Sangue de idéia fixa...

E, então, me pego a observar-te
E já nem sei onde me escondi
 
LaGabrielle
Enviado por LaGabrielle em 21/11/2007
Código do texto: T745557

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para o site "www.dominohs.blogspot.com" e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
LaGabrielle
Curitiba - Paraná - Brasil
11 textos (515 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 15:07)
LaGabrielle