Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Lágrimas de um anjo

Oh anjo tão puro, por que choras tanto?
Talvez sem teu encanto esteja só
Só, sem ti, lamentando até ser pó
Anjo tão puro, porque choras tanto

Em saber de cada sonho familiar?
Uma gota orvalhada decadente
Que pranteia sem fado,está doente
Em saber de cada sonho familiar

Apetecendo em nuvens sem amor?
Talvez teu evangelho de mil erros
Vá enfim esperar teus olhos, roê-los
Apetecendo em nuvens sem amor.
Fabio Melo
Enviado por Fabio Melo em 21/11/2007
Código do texto: T745585

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Fabio Melo
Santo André - São Paulo - Brasil, 33 anos
799 textos (266968 leituras)
6 áudios (1647 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/08/17 00:35)
Fabio Melo