Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O meu poema de amor...

Descobri um belo bosque, rodeado de bem querer
Como gosto de arte eu te desenhei, em toda a parte
Quando eu olhava para o longe, bem para o céu
Desenhei-te em forma de um belo anjo belo.
Procurei as sensações, os toques, o teu arfar
Nos belos mares eu refresquei a tua alma de mim
Para que o teu descanso fosse pleno e infinito
No meio de um vale eu desenhei o coração
Vermelho e cheio de emoção, batendo forte
Em direcção ao meu completamente apaixonado
Deixo os rios correrem juntinhos como o amor
Que jorra a cada dia mais para o infinito
Talvez para o espaço e quem sabe...
Onde parará esse amor, essa busca insana
Do querer mais e mais e nunca saquear essa fonte
Eu rebusquei as palavras e o meu bem querer
coloquei uma a uma num poema, um poema de amor
Que dentro do meu coração esta tão vivo e presente
Como a poesia viva em pura sintonia e transparente
Como uma belo cristal repleto de estrelas
Cujo o seu manto cobre nossos corpos suados
Repletos de belas sensações e novas emoções
Onde nos deliciamos nos braços um do outro
Neste poema belo tu meu poema de amor...
Betimartins
Enviado por Betimartins em 21/11/2007
Código do texto: T746092

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Betimartins
São José do Rio Preto - São Paulo - Brasil
1675 textos (97741 leituras)
9 áudios (899 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/10/17 07:08)
Betimartins