Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AO MEU PRIVILÉGIO

Eu não sabia que podia conhecer as nuvens e deslizar pelos ares
Eu não sabia que a canção nascia em mim e vagava mundo a fora
Eu não sabia que meus pés poderiam palmilhar as águas dos mares
Eu não sabia que era de meu olhar que se formava a aurora!

Eu não sabia que sou eu o mais feliz de todos os homens
Eu não sabia que meus lábios sobre todos os demais se privilegia
Eu não sabia que meus beijos ganham a doçura das melhores fontes
Eu não sabia que o sol se alimenta de minha energia!

Eu não sabia que o endereço do céu é o meu coração
Eu não sabia que o resumo das artes me inveja o viver
Eu não sabia que a maior das delícias é meu vinho e meu pão
Eu não sabia que a ventura me quis, logo no meu nascer!

Eu não sabia que de tudo que é bom tenho tudo pra mim
Eu não sabia que a riqueza  e a beleza me pudessem querer
Eu não sabia que pudesse haver privilegio assim
Eu não sabia, mas agora eu sei, porque tenho você!
Reinaldo Ribeiro
Enviado por Reinaldo Ribeiro em 21/11/2007
Reeditado em 01/01/2012
Código do texto: T746102

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Reinaldo Ribeiro
São Luís - Maranhão - Brasil
1975 textos (151330 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/10/17 04:35)
Reinaldo Ribeiro