Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Testamento...


Não sei se tenho o que deixar
Ou se o que deixar, será aproveitado.
Mas mesmo assim vou determinar
A quem deixo meu legado.

Aos filhos e netos amor incondicional.
Aquele que se ama sempre
De toda forma, sempre igual.

Aos meus amores
Deixo o amor carne, o fatal
Pra sempre eterno, enquanto não houver final.

Aos amigos deixo o amor verdade
Aquele que é doce e amargo
Mas alimenta mente e carne.

Aos inimigos deixo o amor perdão
Pode parecer hipocrisia
Mas, não é não!

Se sobrar amor,
Enterre-me com o que sobrar.
Quero poder chegar e ter o que doar!

cleia
Enviado por cleia em 22/11/2007
Reeditado em 18/01/2012
Código do texto: T746993
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
cleia
Itupeva - São Paulo - Brasil, 62 anos
529 textos (33132 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/17 08:54)
cleia