Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Eu e você.

Por onde passar...
Olhe e perceba.

Descreva os minuciosos
Fatos e objetos
Intercalados no espaço.

Onde quiseres...
Pare e admire
A beleza das imagens
E pessoas.
Admirarei a sua...

Frente aos casos
Do acaso decorrido
Frente às falhas
Do infinito despercebido
Seja apenas você...

Mesmo ao atrito
Do sorriso
Com a tristeza.

Sempre
A chama única
De ser você.

De repente
A brisa assopra
E faz-te sentir
Os sentidos palpitando...

Descrente
E rente ao resto
A saber, o que virou piada
Já foi sincero...
E o que virou sincero...
Já foi piada.

Ao continuar
Andar e andar
E amar.
Deixa-me te amar.

Ao querer,
Fazer.
Ao ter,
Respeitar.

Ao admirar,
Não iludir.

Venha, vamos juntos
Sorria ao meu lado.

Pois o que mais
Diria eu?
Se somente
O que eu quero
É lhe amar...

Viver com vida
Todos os dias...

Olhar o céu
Sentir o zéfiro
Desviar o rosto...

Olhar dentro
De seus olhos
E ver-me aprofundar-se
Em sua alma
Contemplando
Sua beleza.

Para isso
Não são necessárias
Palavras

Somos necessários
Eu e você.




O que de Souza
Enviado por O que de Souza em 22/11/2007
Reeditado em 10/12/2009
Código do texto: T747012

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
O que de Souza
Curitiba - Paraná - Brasil, 30 anos
344 textos (9091 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 02:28)
O que de Souza