Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Festa de São João

Faltava algo na tarde abocanhada pelo sol
Nos instantes inundados de voz
Momento encharcado de vultos
Impossível negar essa minha busca
Escondida em goles de vinho
Disfarçada de outros assuntos
Mas inquietante dentro do espírito
Onde estará meu doce olhar
Meu sol secreto, minha lua guardada.
Meu passeio de barco, jardim escondido.
Perola em meu bolso, prazer a sete chaves.
Que tantas  já vi  despir-se do vidro
Nessa selva de ossos e concreto
Sei que está também a me procurar
É meu segredo de cachos molhados.
Minha uva madura, banho de sereno
É ouro entre as pedras
Perto dele ninguém tem voz
Não existe outro cheiro
Nem de perto outra luz
Mas precisamos ser firmes
Não acender faróis
Nem despertas as hienas
Nessas horas o juízo é dono da razão
Tal qual minha boca e meu corpo.
Talvez aí esteja nosso futuro, pai de todas as coisas.
Quem sabe nossa velhice. Que esta então! venha de mãos dadas.
Caio Schroer
Enviado por Caio Schroer em 22/11/2007
Código do texto: T747475

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Caio Schroer
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 52 anos
140 textos (4289 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/08/17 16:13)
Caio Schroer