Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

''Mutação''

A navalha que as vezes açoita meu corpo
tem fio afiado,tem brilho forte de aço
cortando meus delírios,rasgando minha dor
lentamente sangra,me desfaço

Esta faca que atravessa meu peito
tem adjetivos próprios
substantivos abstratos
pronomes retos

Em cada cicatriz ,desvenda mistério
em cada marca revela veneno
entre cortes e gritos
pressinto a queda e decadência do meu império

Nem sempre rainha,ou vassala
mulher mundana,serviçal
sangue nobre ,ou plebéia
minha raiz guardo sempre igual

o que resta desta alma
marcada por loucuras outrora
emerge com candura
sublima,aflora,acalma

dissidente inconseqüente
determinada fielmente
destemida e febril
carrego nos poros
a essência de jamais ser vil.


Neguinha Mucelli
Enviado por Neguinha Mucelli em 22/11/2007
Código do texto: T747772

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para o site ''www.sitedoautor.net"). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Neguinha Mucelli
Contagem - Minas Gerais - Brasil, 58 anos
175 textos (9081 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/08/17 05:31)
Neguinha Mucelli