Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto


www.crlemberg.com/cirandas/poramor.htm

A Ciranda Por Amor, foi organizada pelo amigo e poeta Carlos Roberto Lemberg,
a partir de um dueto meu com Sunny Lóra, intitulado "Por Amor".
Deixo aqui meus sinceros
agradecimentos ao amigo Carlos e aos poetas participantes por este presente.Denise





Por amor

Por amor estudei a métrica
Com a régua medi
A extensão do meu sentimento

Por amor pesquisei a rima
Tentei encontrar a sonoridade
Da minha emoção

Por amor li um dicionário
Engolindo belas palavras
Traduzindo meu anseio

Por amor escrevi um poema
Sem métrica, sem rima,
sem belas palavras...
Mas com muita paixão !

Denise Severgnini
Novo Hamburgo - RS


Dueto - Por amor

Por amor estudei a métrica,
Por paixão mensurei palavras
Com a régua medi
Um caminho...Procurei seguir,
A extensão do meu sentimento
Tornou-se estrada a colorir !

Por amor pesquisei a rima
E os tempos corretos dos verbos
Tentei encontrar a sonoridade
Da minha emoção
Achei também razão...
Arrisquei mesclá-las...
Sem noção !

Por amor li dicionários
Em todos idiomas do mundo
Engolindo belas palavras
Adorei a beleza de soletrar
Amar... Amar...A-m-a-r !
Traduzindo meu anseio
Fui carregando-me ao teu
Encontro... E te encontrei...

Por amor escrevi um poema
Sem métrica, sem rima,
Sem muitas explicações,
Um poema-paixão !
Enfim...

Denise Severgnini
Novo Hamburgo - RS
Sunny Lóra (Sonia R. Sancio Lóra)


Por amor...

Lágrimas rolaram pelas faces
maquiando a emoção em felicidade
por sua simples aceitação
pelo que me falou seu coração

quando a porta ele abriu...
e ao entrar... meu Deus...
tudo estava pronto a me receber
como posso as lágrimas conter

e me acomodar...em seus sentimentos
deitar... seus carinhos a me cobrir
nos lençóis do amor...a receber sua entrega
e nela depositar...todo calor...sensações

na rede do amor te balançar...
no palpitar dele...te ondular...
nas ondas, balouçar..o subir e o descer
o vai e vem do amar

a te estontear... adormecer...
no auge dos sentidos...a dormência do prazer
arfar... palpitar....relaxar....viajar
pelos pícaros... pelos vales...da paixão

irracional, mas a dona da razão
ostentando o emblema, o amor em brasão
tatuado..em pele... incrustado na alma..paixão
paixão destemida, impulsiva arrojada...

toda incrementada...enfeitada
tatuada...pintada...para a guerra
para a luta...a labuta diária pelo esplendor
da manutenção constante do amor

Joe'A - (George)


Por amor...

Por amor...
Me tornei poeta...
Escrevi sobre o amar, a esperança,
a saudade, a dor, a renuncia, a perda...
Por amor...
descobri a beleza das estrelas, da lua,
do riacho, do entardecer, da noite...
Por amor...
senti o perfume das flores
o sorriso da criança, a sinceridade
e a fraternidade
Por amor...
Encontrei amigos verdadeiros,
a paz que buscava, nos caminhos
por onde andava...
E por amor descobri
Que um imenso e verdadeiro sentimento
Estava bem guardado dentro de mim...
O AMOR

Gena Maria


Por amor a você...

Por amor tornei-me criatura
abrigada dentro de você, onde o
frio não me toca e como melodia
ouço teu respirar que é vento que
canta manso e me deixo levar.
Deixaste-me envolver no teu ser me
fazendo eu ser você...
Amo-te a acima de tudo e de todos e
assim, dizem-me ser esse amor, crime
e pecado, pois que seja eu uma
pecadora sempre nos teus braços.
Que sejam essas palavras gravadas
com a cor do nosso sangue e se
condenada sou por amá-lo assim,
pobre de minha alma que descerá
aos infernos juntando-se a outras
almas que amaram como eu.
Não deixarei que fechem as cortinas,
ainda passam minhas fantasias e
meus sonhos de mulher...quem fala
em pecado não tem língua, tem punhal
que inferniza e aterroriza.
Declaro meu grande amor você e brindo
com o néctar dos deuses...

Naidaterra


Por amor

Tem dias que nada acontece.
Outros, são sem brilho, são dias negros...
Mas mesmo assim, por você, eu faria tudo !
Por Amor, eu faria qualquer coisa !
Porque só você pode me guiar os passos...
Só você faz a minha vida ter sentido...
Só você sabe me amar
e, com seus carinhos, levar-me ao êxtase final
e junto comigo chegar.
Por Amor eu faria tudo por você !
Só nunca me perdoaria se te perdesse.
Porque por Amor eu vivo,
para você,
por você
e com você, meu menininho.

Nancy Cobo


Por amor...

Sentimento subjetivo !
Causa sintoma desesperado,
Diagnóstico, de algo abstrato...

Rimando sentimento, emoção
Encontrei, desalento na situação.
Quando só, percebi a ingratidão.

Li e reli tratados !
Questionei, devorei palavras,
Obtive, incoerência nas respostas.

Por amor, fui ao sacrifício !
Anulei meu eu.
Deixei de lado o orgulho,
Amarguei a derrota...nesse coliseu...

Nadir A. D'Onofrio
Serra Negra - SP - 30/09/2007 - 14:31 hs


Glosando Lygia Gomes de Padua
Por um amor...

MOTE:

Vejo a lua da janela.
A mesma que um dia eu vi.
Tento a culpa jogar nela,
por um amor que perdi.

Vejo a lua da janela
e me envolvo em meu sonhar,
pois essa Lua tão bela
me faz, o amor, relembrar !

A Lua que eu vejo agora,
a mesma que um dia eu vi,
me lembra que foste embora,
que eu fiquei sozinha, aqui !

Nossa vida é uma novela
e a Lua: uma sedutora !
Tento a culpa jogar nela,
desta vida sofredora !

E os momentos, recordando,
eu confesso, até sorri,
mas vi meu pranto aumentando,
por um amor que perdi.

Gislaine Canales
http://www.gislainecanales.com


Apenas por amor

Apenas por amor,
vamos saber viver o amor,
e saber sentir seu calor...
É preciso saber aceitar,
sem muito questionar...
Para este amor sentir e viver,
é preciso bem se conhecer...
Questionamentos vem nos momentos,
quando a saudade bate forte...
Sentir que o amor está perto,
é muito bom, é confortante...
Sentir a presença,
esquecendo a ausência...
Sentir a saudade,
com uma ponta de felicidade...
Amantes, namorados, amigos,
em qualquer forma de amor,
sempre se deve
caminhar de mãos dadas...
Pra que o amor tentar entender...
Pra que saber...
Sempre será difícil entender,
mais difícil ainda será saber...
Basta sentir que apenas a reciprocidade,
poderá trazer muita felicidade...

Marcial Salaverry
Santos - SP


Por amor...

Por amor...

Fiz rimas às estrelas
Fulgor das constelações
Brilharam versos delas
No céu das emoções.

Por amor...

Nas dores da clausura
Ministrei as orações
Em preces às alturas
Em tempo de pregações...

Por amor...

Despi as amarguras
Pra vestir as paixões
Entregue as loucuras
Rompi todos os grilhões

Por amor...

Rebordei as escrituras
Sorrindo as desilusões
No chorar das criaturas
Contrariei corações.

Por amor...

Fui Poesia mas pura
Pro amante fiz canções
Ousei dizer, criatura...
"Amo interrogações"!

Por amor...

Deth Haak
"A Poetisa dos Ventos"
Cônsul Poeta Del Mundo – RN
Sociedade dos Poetas Vivos e Afins
AVSPE
http://www.recantodasletras.com.br/autores/Poetisadosventos


Por amor

A causa de uns,
O martírio de outros.
Egoísmo de escritor ou
Altruísmo de leitor.

Nem sempre por amor se percebe.

Denise Aidar Warnecke


Busca de você

Nesta vida,
Em que tudo acontece
Acabei encontrando você,
Quando já não mais esperava
Que isso pudesse acontecer.

Passei então a viver um sonho,
Um sonho de consumo não perecível,
Um sonho sem prazo de validade,
Um sonho real
Era você que eu queria afinal !

Como a ciência da matemática explica
Uma matemática fácil de ser entendida
Eu estou para você
Assim como você está para mim

Você me pertence
E eu pertenço a você,
Estou contida dentro de você
Nossa interseção é um conjunto unitário
Igual e circunscrito de verdades...

Verdades que ainda não dissemos
De saudades...
Saudades que ainda não vivemos.

Nossa união é um produto que ainda não multiplicamos
Somos uma equação

De probabilidades de números positivos
Uma reta que segue para o infinito.

Fecho a partir de agora
O meu caderno de problemas
E começo a escrever a história
Onde protagonizo a única cena

Cena de amor total
Expectativas, pulsações, ansiedades...
Cenas de um amor real.

Augusta Schimidt


Por amor

Por amor e inocência
minha vida à ti entreguei,
e hoje chora a minha consciência
ao perceber o quanto me enganei !

Eu era apenas uma criança
que buscava em ti o verdadeiro amor,
construí tantos castelos de esperança,
que por tuas mãos, tão cedo se desmoronou.
Poderá ser um amor perfeito

Renate Emanuele


Por amor

Por amor a mim morreste,
Ò Jesus, crucificado.
Aos infernos, Tu desceste.
A seguir, Ressuscitado !

Por amor devo sofrer
Tudo o que me destinaste.
Com amor agradecer
Todo o bem que me ofertaste.

Por amor, por devoção,
Empenho minha vontade
E rezo a minha oração
P’la Paz e Fraternidade.

Pelo Teu Divino Amor
A todos amo e venero,
E dedico-Te, Senhor,
Todo o meu viver sincero.

Maria da Fonseca
Lisboa/Portugal - 10/10/2007


Por amor

Por amor fui te buscar na saudade onde
eu encontrei o doce beijo na imaginação
que um dia foi o nosso encontro
junto a primavera, quando colhia
flores para ornamentar nossa paixão....

Por amor marquei um encontro com acaso
para observar momentos que passamos
ao lado da felicidade, foi onde eu encontrei
as lagrimas esquecidas do adeus....

Por amor sonhos vem a memória trazida
pela brisa que refresca o intenso calor
de uma paixão que transformou a brisa
no furação que nos separou desta vida...

Por amor banhei-me em lagrimas da sua ausência,
corri o mundo de nossos sonhos
para novamente encontrar esse seu olhar,
que me hipnotizava, mas encontrei luzes
apagadas de sua lembrança...

Por amor conheci o sentimento que na minha vida
nunca ira se afastar de meus pensamentos,
e onde eu for levarei a esperança de
encontrar um passado que deixou marcas
na vida....

Por amor meus pensamentos voam tentando
encontrar o castelo que construímos
com o carinho dos sonhos, onde
fostes a Rainha que até hoje reina
na minha imaginação....

Rogério Miranda
poeta da paz


A chegada do amor

Amor !
Palavra tão gasta pelo tempo
Usada em muitos momentos
Como o maior mandamento

Amar é...
Sentir a felicidade
Ao ver você chegar
Tocar você só pelo olhar

Se você existe...
Meu coração fica alegre
Ao acordar não estou só
Sinto no ar o seu doce olhar

Esse amor resiste a tudo
Não cobra e não tem receita
Chega, entra e fica no peito
Sem licença ou passaporte

Vive cada momento
Como fosse o último
Intenso e verdadeiro
Vivido a dois por inteiro

Eliane Gonçalves***


Definição

Amor
Busca constante
Mesmo o menos amante
Vive tentando conseguir

Porém nessa vida descobri
Que ele não tem definição
Se tivesse, não seria emoção
Seria a lógica da razão.

Um momento de prazer ?
Uma vida sem sofrer ?
De repente, ele chega
E o mundo se modifica

Se for só uma paixão
Viverá de muita ilusão
Porém, se houver amizade
Durará até a eternidade !

Eliane Gonçalves***


Por Amor

Ah ! O que seria do mundo sem o amor
Obviamente não existiria
Seria igual ao firmamento sem cor
Pois sem oxigênio e muita dor se asfixiaria

Por amor, fez-se a noite e o dia
A flor azul, vermelha, branca e perfumadas
Para com elas aquecer um gostar que esfria
Acariciando o coração de pessoas amadas

Por amor consegue-se apagar a desilusão
Tirar do coração a marca da ingratidão
Fazer arder a fogueira da paixão
E amar dia após dia uma doce união

Por amor tentei fazer desta composição
Um grão de utilidade nessa criação
Capaz de tornar os relacionamentos
Num único corpo de entendimentos

Principiei tecendo sôbre: de Deus o labor
Que criou os termos comparativos
Para que nada se tornasse cansativo
E asssim pudessemos crer no valor do amor.

Lúcio Reis
Belém do Pará - PA


Amar é tudo

Não há sentir maior que nos preencha
Nem há na vida nada que se iguale
A esta sensação de bem-querença
De só de amor viver logo se instale

E se sabemos que ao contentamento
Corresponde outro tanto em desencanto
Também acreditamos ser do amor sustento
Depois de um beijo ver brotar um pranto

É pois feito de grandes controvérsias
Este amar tão declarado humano
Vencedor de procelas e inércias

E se amar for assim, perdidamente
Mesmo que por limite se contenha
Vale bem usufruí-lo francamente

Eugénio de Sá


Por amor...

Por amor eu vivo, penso e sonho...
Este doce amor me realiza...
Faz parte da minha vida
é doce, calmo e não há cobranças.

Por amor suporto a dor,
a dor da insegurança, talvez...
Pois o tempo passa, renova e destrói,
mas meu coração alimenta do seu amor.

As palavras morrem ao vento,
os sentimentos permanecem
onde há sinceridade,
a cumplicidade dos sentimentos são evidentes.

Por amor lutei...
Por amor perdi...
Agora nem o tempo pode mudar
o que a vida quis separar...

Rayma Lima
Goiânia - GO - 12/03/2007


Por amor...

Por amor...
Pressentirei segredos
E não devolverei os momentos de alegria
Para me comprometer de saudosas
Lembranças

Por amor...
Praticarei a arte do silêncio
Serei neblina
Que fará o anoitecer ser mágico
No mistério do luar

Por amor...
Receberei caricias de alma aberta
Guardarei todas as alegrias dos momentos
Que serão testemunhados
A dois.

Por amor...
Terei razão
E não terei razão
Não buscarei a lógica
Viverei na loucura abrasada de sentimentos
Deste amor que para sempre estará
Presente em meu viver

Caritasouzza


Por amor

Por amor até a natureza se reserva
o direito de tomar as decisões
e ante o amor que em si preserva,
faz brotar da terra os embriões !

Por amor, a mãe renuncia amorosa,
cuida do rebanho, em doce alento,
Abdica do descanso, presurosa,
na oferta de amor e de sustento !

Por amor o Pai nos concedeu
a vida como escola redentora,
e as lições que se aprendeu,
fará nossa alma vencedora !

Mercília Rodrigues


Tudo por amor

Foi por Amor, que numa noite calma,
Eu te entreguei sem medo e sem pudor
O meu mais terno e sublime Amor...
Entreguei-me a ti, de corpo e alma !

E por Amor, na noite mágica eu fui tua...
E me amaste sob a luz da lua !
E fui feliz quando teus lábios, beijei !

Mas, por amor ao raiar do dia,
Sentindo o peso da minha agonia
Eu disse adeus... E nunca mais Amei !

Nilda Dias Tavares


Sofrer por amor

Sofrer por amor é dor que arde
Na carne, essa dor, será mais sofrida
Sofrer por amor não se retarde
Mais tarde essa dor será mais sentida.

Não há dor que por prazer se guarde
Guardo a felicidade que levo da vida
Mas se essa dor chegar mais tarde
Se tarde e guarde para depois da ida.

E se Deus quiser que morra de amor
Me leve desta vida em primeiro lugar
Prefiro morrer que viver nessa dor.

Perguntem à alma se prefere ficar
Decerto irá dizer ao corpo que não
Então, subitamente, que pare o coração.

Rogério Martins Simões
21/04/2005
http://poemasdeamoredor.blogs.sapo.pt/


Um pedaço de amor

São tantas as saudades meu amor,
Que esqueço este meu sofrimento:
Ponta envenenada de dor
Que se agrava com o passar do tempo.

Saudades
Meu coração !
Doces lágrimas vão correndo,
Nesta longa e terna separação,
Só de amor e por amor entendo.

De mim e para ti, meu coração,
Minha alma anda em viagem:
Não há tempo nem estação
Apeadeiro ou paragem.

E se te busco por todo o lado
E em todo o lado eu te vejo
Estou e estarei enamorado
Com muita ternura e desejo.

Como nesta tarde calma e amena
De renascimento e esperança
Em que te escrevo de França:
Recebe de mim este poema
Com a doçura de um beijo
Pois amar, com amor, nunca cansa.

Rogério Martins Simões
La Rochelle - 10/07/2004 - 15:26 hs
http://poemasdeamoredor.blogs.sapo.pt/


Por amor

Por amor, nesta noite me fiz sonho.

Colhi as mais lindas flores, os versos mais lindos
declamei e nos teus olhos me perdi...

Na dourada taça do prazer bebi o perfume dos
teus inesquecíveis lábios. Sensuais, ávidos, como
em doce aguardar do primeiro beijo...

Por amor abracei o teu corpo e, com a ansiedade
da remota infância, te amei...

E nosso virginal desejo renasceu na longa e fiel
cumplicidade da noite. O prazer refugiou-se em
nossos lábios enquanto as estrelas, no calor dos
já saciados corpos, agora dormem...

No prateado raio da Lua que ainda acaricia o teu seio,
deixo o meu último beijo.

Por amor, somente por amor, desejaria nesta noite
morrer... Sonhando...

... Só para esta última ilusão não perder...

Domingos Alicata
Rio de Janeiro - RJ - 12/10/2007


Por amor

Quando você me abandonou,
para mim, o tempo parou.
Nunca imaginei o meu viver assim,
nada fazia sentido, tudo perdera o valor.

Quando um dia você voltou,
arrependido, mas cheio de ardor,
jurando nunca mais me fazer sofrer,
meu coração esperançoso se aquietou.

Por amor, deixei o perdão vencer.
Por amor, esqueci o que aconteceu,
Por amor, todo o meu ser se rendeu.

Maju Guerra


Por amor

Por amor,
extraviei meus planos,
estafei minha alma,
troquei meu mundo de calma
por outro de danos.
Por amor fiz absurdos,
pois amei mais que tudo
quem nada mereceu.
Por amor, comi o pão do inimigo
bebi o fel dos meus castigos,
esgotei-me de mágoas,
feri meus instintos.
Por amor dei de mim,
o bom que tinha;
A fonte que alimenta as ilusões
a esperança que anima...
Por amor, sou um ser desiludido,
nunca mais fui musa, nem rainha.

Suzette Rizzo
São Paulo - SP


Glosando: Autor: A.A.de Assis – Maringá - PR
Querida, eu comparo a gente

MOTE:

QUERIDA, EU COMPARO A GENTE,
ÁS ASAS DE UM PASSARINHO
UM SEM O OUTRO, CERTAMENTE,
NÃO SE EQUILIBRA SOZINHO !

QUERIDA, EU COMPARO A GENTE
assim, sem asas, voando,
ao equilíbrio que sente
um passarinho, cantando !

Se é fácil se equilibrar
ÁS ASAS DE UM PASSARINHO
também será harmonizar,
nossas forças, no carinho !

Nosso amor é resistente !
Difícil esfacelar
UM SEM O OUTRO, CERTAMENTE,
pode se debilitar

Se queres da vida o amor
luta por ele um pouquinho
um sem outro, não tem cor...
NÃO SE EQUILIBRA SOZINHO !

Autoria da glosa:
Luíza Soares Benício de Moraes
Revisada 12/03/2007
Recife - PE


Por amor

Por amor me tornei poeta
E comecei a prestar atenção em tudo a minha volta
Perdi o medo de escrever
O que se passava em minha alma
Aprendi a falar com as estrelas
A suplicar a lua para ela não se ir embora
Pois os raios de sol
Me carregariam para longe
E como é bom voar
Nas asas do pensamento
Tendo as estrelas como companhias
Por amor
Aprendi a dividir minha dor
A saudade
O choro
E em especial
Com a minha Estrela
Que aprendeu a chorar comigo
Orvalhando as flores, as folhas
Reflectindo os primeiros raios de sol
Que por amor
Estava a marcar o dia
Em que por amor chorou

Edméa Reina Gallardo
http://vidaemversosepoemas.zip.net/


Por amor

Por amor...pela emoção
eu abro o meu coração
lá eu encontro um poeta
no mundo da sua fantasia
onde tudo se torna poesia
e toda sua alma se completa

Por amor...vem a inspiração
e ele dá asas à imaginação
sente e escreve com primor
dando sentido a cada verso
com beleza de um universo
que se revela só pelo amor.

Sueli do Espírito Santo
http://www.sue2001.recantodasletras.com.br/


Por amor...

Hoje, o quero correndo em plena liberdade,
ganhando campos, subindo em árvores,
brincando com a chuva e as enxurradas,
gritando ao vento e rindo com vontade,
sem motivo algum, mas por qualquer bobagem...
Em seu olhar firme, atentamente,
ouvirei das aventuras, contadas com amor,
sem medo ou pudor...
E o quero assim,
com essa pureza inconseqüente,
sem limites ou barreiras pra felicidade,
agindo como sente, vivendo fantasias,
tornando a vida mágica, encantada...
E quando ao fim do dia, já cansado,
chegar o choro, noturno, a triste nostalgia,
o tomarei em meus braços, ternamente,
entoando suaves melodias de acalanto
para embalar seus doces sonhos e esperanças,
e o cobrirei de beijos, carinhos e poesia,
por amor, incondicionalmente,
à você meu menino,
que viverá em meu coração,
eternamente...

Helena Morais


O que é o amor...

O que é o amor, esse sentimento
que floresce com a primavera e
conduz os sentidos e impetuoso eleva
o espírito a nirvana e o prazer a delírios
promete cores e perfumes
disciplina a aurora e
com paciência equilibra os ventos
reúne o destino em caminhos
confundindo céus e terra

Dorme sereno sobre as ondas furiosas
e respira com toda força de sentimento
o vendaval indomável e impetuoso
acalma tudo... nem a lenha incendeia...
se ordena e com intensidade cega
tateia na imensa escuridão
com um só gesto de afeto
como se o toque já fosse um sorriso
ressoando pelo espaço infinito

Amor esse grande trunfo
que explode no céu com as estrelas
declamando poemas imortais
faz com que até que a natureza
se curve em reverência
Nada se segreda por detrás das nuvens
ao seu redor todos são testemunhas silenciosas
entre surpresas e encantos

O amor afeta todos os mortais
numa guirlanda de dias...
que o tempo se encarrega de apagar
De um banho que se alonga
a uma folha que cai, se faz presente
chega de mansinho, se insinua
com formas delicadas fica não se esvai
Arisco pune os sonhos
espalhando num véu de ouro
uma incansável tagarelice de enlevos

Sempre envolvendo o tempo
para que ele se esqueça de passar
o amor é um doce lamento
marcando o ritmo das ondas sonolentas
que marulham no mar ao entardecer
É uma poderosa arma de conquistas
burlando inconseqüente os perigos
que o aguardam passar...

Maria Antônia Canavezi Scarpa
(Tília Cheirosa)


Por amor ... em nome do amor ...

O que não se faz, hein ?
Fazemos tanto, tantas coisas,
Talvez nem tudo do que somos capazes
ou nos omitimos de vez ...
Por amor ... damo-nos as mãos,
sacrificamo-nos profundamente,
muitas vezes nos sentindo culpados.
Por amor ... atrevemo-nos a criticar,
a educar, a maltratar ou querer bem.
Por amor ... viramos nosso mundo
de cabeça pra baixo
e ousamos dizer: foi por amor

POR AMOR ...

Nídia Vargas Potsch
@Mensageir@
Rio de Jnaeiro - RJ - 20/10/2007


Por amor

Por amor me entreguei a você.
Acreditei nas tuas palavras te amei, sorri,
fui ate o céu, e fui feliz.
Tantos foram os momentos e as sensações
que jamais te esquecerei.
Por amor te dei meu coração,
minha alma, meu corpo.
Tivestes tudo que um homem pode ter
de uma mulher, meus abraços, meu carinho,
minhas caricias, meu tudo.
Por amor hoje estou sofrendo,
chorando, me sentindo abandonada por você.
Largastes-me em meio a tanto que te dei.
E agora... como vou viver sem o teu amor ?

Eliana Duarte
20/10/2007


Por amor...

Por amor liberei meu coração
mergulhei em emoção
renunciei... sofri...
chorei... perdi...
muito amei...
Mas aprendi,
que o verdadeiro Amor
consiste em ao outro fazer feliz...
E, em doando-se, feliz ficar
pois, esta, é a grandeza do Amar !

Lúcia-Lms


Por amor...

Por amor eu vivo, eu volto
eu luto, eu renuncio, eu choro
eu me deixo levar, eu faço questão de ir
eu quero ver chegar...

Por amor eu me deito, me construo,
eu me faço, eu me desmonto
estou aos pedaços, estou tonto,
estou reto, estou pronto...

Por amor eu te procuro, eu olho, me seguro
eu me liberto, estou por todas as partes
estou em menos que um, estou em todos os olhares
estou em lugar nenhum...

Por amor eu te consagro, eu me ajoelho
beijo-te as mãos, te conto todos os segredos
guardo-te na memória, no que vejo
no fim da história, onde me percebo.

Por amor te deixo livro, eu parto
estou na tua bagagem, estou no teu quarto
estou num dia de cinzas, num feriado
em flores, em fotos, em qualquer gosto amargo

No beijo que não se deu, no abraço que não aconteceu,
na saudade que não foi, na lágrima que não caiu.
Por amor te espero, te encontro, te conto por que doeu...

Por amor espero, sonho, o teu sonho, não mais o meu.

Tonho França


Con mi amor

Con mi amor, a tu corazón llegaré,
amandote siempre...
quiero acalmarte amandote...
No hay que tener miedo del amor...
Amor que te haré disfrutar...
Solo tendremos que nos amar...
Quiero llegar en tu corazón,
con la fuerza de mi amor...
Quiero llenar tu corazón de amor,
con el brillo de la felicidad...
que trae el amor...
El corazón serà fertilizado,
con las semillas de mi amor...
Si no hay amor... la vida es esteril...
Para mejor amarte,
me alojaré em tu corazón
y asi te daré mi amor...
Amor que tiene la fertilidad,
sentirá la belleza que ganó tu corazón,
finalmente dominado por la fuerza del amor...

Marcial Salaverry
Santos - SP


Por amor

Por amor os seres se engrandecem,
A humanidade cresce,
A vida continua.
Porque nascemos de um amor,
Crescemos para amar
E amamos para viver.

Sá de Freitas
http://sadefreitaspoesias.sites.uol.com.br/index.htm


Por amor
Amor sentimento ímpar
Que brota no peito sem maior delonga
Fazendo vibrar entranha amortecida
Por de sabores vividos...
Amor que chega de mansinho
Preenchendo corpo e alma
Dando vida ao coração e ser
Numa entrega total sem cobranças
Apenas sentindo o prazer
De se estar por inteiro
Neste envolvimento pleno
Pois só por amor se vive...

Ana Kilesse


Con Corazón nuevo

Por amor, hoy he visto primavera,
cuando en realidad estoy en invierno.

Oculté mis canas al espejo y esbocé una sonrisa.
Enderecé el cuerpo y puse ánimo a mis ojos.

Al tiempo, unas pequeñas alas en mi ventana,
golpeteaban el vidrio y un piquito tierno,
cantaba al débil sol de la mañana.

¡ Quién pudiera por amor,
renacer a la vida…!

Aún dándose cuenta que la muerte acecha.

Entregarse plenamente al amor nuevo,
dejando atrás el bagaje punzante de heridas dolientes.

Quién olvidar la traición lisonjera en palabras infelices,
la burda mentira de la pasión que es promiscua.

Y volver a la vida plena, esa de la flor blanca…
La naciente con la luz blanquecina de la noche.

Y deshacer la nieve en gotas tibias,
mojando manos llenas de misericordia.

Y tú y yo,
elevándonos…, vestidos de niño;
con corazón nuevo.

Cuando en realidad, estoy en invierno.

Y las alitas insistentes, golpetean los vidrios
Y me niego a oír el alegre gorjeo.
Y, no quiero darme cuenta, que afuera
el invierno ya pasó
y es Primavera…

Graciela María Casartelli
Unquillo - Sierras de Córdoba - Argentina


Por amor...

Por amor,
plantei sementes do bem.
Cada uma delas,
na passagem do tempo,
brotou da magia
de um coração pleno de alegria.
E todas as flores coloridas,
formaram buquês de sonhos,
ornados com laços de esperança.
Seus frutos doces,
com mel puro de ternura,
aplacaram dores
e desvelaram sorrisos.

Por amor,
finquei alicerces familiares,
e de tijolo em tijolo,
a edificação se fortaleceu,
em laços serenos e verdadeiros.
Depois de tanto caminhar,
vejo que desnudei sonhares,
em felizes buscas.
Agora, só me resta prosseguir,
emprestando o ombro amigo,
acolhendo lágrimas e risos,
estimulando os corações amigos,
a materializarem seus mais caros desejos.

Guida Linhares
Santos - SP - 27/10/2007


Aroma de amor

Un blancor de espuma,
donde el sol se cristaliza.
Bajo un aroma puro...
...Contemplo la leve brisa.
Es soplo de Enamorados...
...Que ninguno lo ha de ver.
Es un resplandor helado...
...Algo extraño...No lo sé.
Te quiero y mas te adorara,
si me dejaras besar...
...Tu tibia mano morena,
que acaricia sin hablar.
Has de saber que mis labios...
...Tan impacientes están,
Que hasta mi vida darían…
...Por poder contigo Amar.

Ana María Zacagnino
http://www.zacagnino.com/
Buenos Aires - Argentina


Por teu amor

Sonhei sonhos de mil e um desejos,
soltei as rimas de meu feliz coração,
abri a porta, rompi com os medos,
entreguei-me ao fogo alto da paixão.

Venci o tempo e também o espaço,
corri o mundo em minhas fantasias,
circundei a terra como um compasso
afrontei a realidade e as utopias

Por teu amor tudo fiz, desfiz e refiz
reconstruí a ponte do meu coração,
para sentir-te, fazer-te enfim feliz

Aprendi os caminhos da renovação
Mesclei-me de homem e de petiz
Pois amor sincero é também mutação

Jorge Linhaça


Por amor

Só por amor eu vivo
E vivo somente porque amo
Se não fosse o amor que sinto
Da vida, só restaria dano

Por amor desperto com alegria
Respiro, sinto o perfume das flores
Rolo sobre o orvalho na relva
Sou feliz, e esqueço as minhas dores

Amando, só enxergo a beleza rara
Que encerra o nascer e o por do sol
À tardinha, gosto mesmo é de observar
O crepúsculo irradiando o arrebol

Como é bom viver só por amor
Amando com amor incondicional
Vencer às intempéries do cotidiano
Harmonizando, com equilíbrio, o emocional

Porisso, sem amor, eu não viveria
Mas, com certeza, sofreria um bocado
E seria a mais pobre das criaturas
Se um dia, faltasse você, ao meu lado !

Laura Limeira
Recife/PE/Brasil


Primeira vez

Já andei descalça na chuva
Já comi dez cachos de uva
Já caminhei à noite na praia
Já andei de moto de mini-saia
Já chupei manga verde com sal
Já comi bolo até passar mal
Já fiz castelos de areia
Já contei segredos pra Lua Cheia
Já escrevi nas pernas um poema
Já tomei banho de alfazema
Já engasguei comendo pipoca
Já cortei o dedo ralando mandioca
Já li um livro inteiro num só dia
Já me embriaguei de tanta poesia
Já saí na noite sem destino
Já tentei tocar violino
Já contei as estrelas do céu
Já pintei meus cabelos de mel
Já amei, desamei, briguei, chorei
Já casei, xinguei, cantei, dancei
Já fiz tanta coisa na vida
Mas amar alguém assim
Como amo você
É a primeira vez.

Lu Oliveira


Por amor

Por amor
Aprendi a escrever poesia,
expondo minha alegria,
saudade,prazer,perda,dor...
Sentimentos do dia-a-dia.

Por amor
Abri o coração,
descobri o brilho das estrelas,
do raio prateado de luar,
o colorido das flores tão belas,
a delícia de conquistar
novos amigos e conservar
os antigos que me são queridos.

Por amor
Encontrei a paz que buscava,
me enchi de boas intenções,
descobri que existe dentro de mim
uma mulher cheia de emoções,
que pode ser muito feliz,enfim !

Ilze Soares


El Amor

El Amor es aquel sentimiento
que nos hace suspirar,
y que nos hace ser tiernos,
o nos hace hasta odiar...

Es aquel sentimiento que nace,
muchas beses sin hablar...
Pues con sólo una mirada,
nos hace hasta temblar...

Es aquello que sentimos cuando
la persona amada, a nuestro lado está...
Es aquello que recorre todo nuestro cuerpo,
al sentir el calor de su mirar...

El amor no necesita palabras,
es ser uno siendo dos... Es ternura,
paz, o guerra... Es la dicha única,
sobre la faz de la tierra...

Gloria Camacho
05/11/2007


Lagrimas de amor

No hay que llorar por amor...
El amor es la alegria del alma...
No quiero ver una lagrima tuya,
quiero una sonrisa...
deseo ser motivo de alegria
para tu corazón...
Lagrimas... solo de alegria...
quiero saber que estàs feliz,
si me tienes amor...
No puedo te ver llorando...
no quiero verte triste...
Si me quieres...
si yo te quiero aún...
Dime querida...
dime que no hay más lagrimas...
No se puede llorar por amor,
Cuando se quiere de verdad,
cuando se quiere con el alma...
No te pongas asi,
Hay que vivir la vida feliz,
si sientes el amor,
muy adentro del corazón...

Marcial Salaverry


Meta... De … Nós

Ele pensa que crê, nem mesmo sabe
O quanto somos unos hoje,agora...
Quanto minha alma da dele é metade,
O quanto é impossível ir embora...

Fica distante o quanto o desejares !...
Cumpre o destino, dessa encarnação,
O rumo. Eu, voando pelos ares,
Sou metade que busca comunhão...

Meta de nós dois, soma das metades...
Ao findar mais esse cumprir missão...
Fim do que nos mata, nossas saudades...
Fazer de dois, somente um coração...

Se tu, minha metade, estás pleno
De um amor despertado por aceno
Desta metade que vagueia só,

Alimenta-me o físico carente,
Equilibrando-me a razão da mente,
Atando os meios por eterno nó !

Carvalho Branco
(Marilza Albuquerque)
14/11/2007


Por amor

Por amor,
me dei,
me transformei,
me lancei,
neste infinito azul !..

Peguei tuas mãos,
e as beijei.
Olhei teus olhos e os compreendi.
Teu coração e o tomei,
Teus lábios e depositei,
um suave e meigo beijo
que tudo me disse,
me respondeu
a todas as minhas perguntas !..

Finalmente, te tomei inteira...
Te amei, por amor, e, com amor, te roubei !..

Eda Carneiro da Rocha
"Poeta Amor"
Araruama - RJ - 16/11/2007


Por amor

Acomoda-se o coração na paz do vencido;
Dilacera-se a pessoa se o perde,
faz-se da vida o jantar apetecido,
passa-se mal se este o antecede...

Por amor vive o ser humano na maior clausura,
entre filhos netos e o amante,
passam-se os dias, horas, minutos,
e dele não se larga, mesmo que errante

Por amor o homem mata
e destrói sua beleza infante,
uma pena, pois beleza é o seu instante;

Por amor o homem é feliz
cria belezas estonteantes,
vivamos pois, o amor benéfico a cada instante !

Margaret Pelicano
Brasília - DF - 16/11/2007


Por amor...Somente por amor !

Somente por amor,
me fiz maior...
Corajosa, aos medos, dei fim,
me fiz maior...
Corajosa, aos medos, dei fim,
Confiante, cruzei mares,
venci distâncias,
cheguei a ti,
de peito aberto,
coração desperto,
para entregar-te o Amor,
que de há muito guardado estava
por ti...para ti !...

Eis-me aqui,
diante de ti..
Braços abertos,
peito liberto,
para receber de ti
o abraço que selará entrega,
quando nossos corações,
no abraço apertado,
sem pressa alguma,
trocarem, no compasso ritmado,
juras ,que, outrora, trocamos,
entre as linhas das escritas poesias...

Por Amor...
aqui estou...
e a ti, me entrego, sem reservas,
pois é teu, este meu querer,
este meu desejo
essa minha entrega !...

Por Amor...Somente por Amor !

Thais S. Francisco
"beijaflor"
16/11/2007


Amar

Quando voce deixa de em voce pensar
Para o outro tudo dar
Quando sua primeira intenção
For sempre para o seu irmão

Quando em sua oração
Agradece ao PAI pela "mão"
Quando em aflição
Voce ajuda sem distinção

Ah ! o amor verdadeiro
É o quem vem primeiro
Quando seu pão é dividido
Para seu maior "inimigo"

Quando voce dá sem esperar recompensa
E como à uma sentença
A divisão multiplica
E...em seu peito tudo "agita"

É a Gloria intensificada
Não !!! não é essa falada
É quando aflora em voce um sentimento
Que emite "ao outro" à todo momento

JRonaldo-JR


Essência

Do amor
eu sei a fórmula:

ciência
mecanismo,
rótulo.

Do amor
eu sou a essência:

gesto
forma,
ato.

Do amor
procuro o encontro:

certo
perfeito,
eterno !

Cleidiner Ventura/anjo
http://paginas.terra.com.br/arte/cleidinerpoemas


Abstração

Não foste...
e a janela do ônibus
filmava paisagens de vidro,
multiplicando corolários de nada à minha frente...
Não foste...
e eu não pude adivinhar nos olhos de Marisa,
nos olhos de Rosa, nos olhos de Beatriz
a eletricidade acesa dos teus olhos !
Não foste...
e eu não pude sobrepor
aos ângulos da serra ao longe
o vértice diedro do teu busto.
Não foste...
e não consegui entender o porquê
de as nuvens colocarem vestidos de noiva
na bruma inconcisa de rochedos estéreis !
Não foste...
e também não me foi possível compreender
qual o sentido de as fontes
despirem rendas diante de penhascos sem sexo !
Não foste...
e a música interior do ônibus
desintegrou silêncios apavorantes
dentro do abstrato do meu eu.
E sol, e vento, e mar, e céu, e chuva
fundiram aquarelas ortodoxas
na objetiva de minhas retinas inexistentes !
Não foste...
e não me foi permitido decifrar
nas sílabas de outros lábios
as consoantes que ficaram caladas
no interior incompleto
de tua boca ausente !
Não foste...
e a moça que adormeceu na poltrona ao lado
cerrou cortinas de cílios
em torno de pupilas
que não eram as tuas !
Não foste...
e o látego do vento
violentou cabelos que não eram os teus.
Não foste, afinal...
e seria mórbido desejares
que eu fosse aonde não foste,
meu doce tormento !
--- o0o ---
violentou cabelos que não eram os teus.

Humberto Rodrigues Neto


Por amor

Por amor...
acendemos a luz do candeeiro,
iluminando o sombrear bisonho,
que ameaçava todo o celeiro.
Que era pleno de sonhos
amalgamados e brejeiros,
agasalhados e risonhos,
até que veio um aguaceiro.
Nosso querer ficou tristonho
deixamos de ser parceiros,
tudo ficou tão medonho,
não sobrou nem o canteiro.
Mas por amor...
procurei um santo veleiro,
e as preces que fiz suponho,
tenham resultado certeiro.
Desta forma te proponho,
a seres de novo o jardineiro,
a replantar nosso jardim de sonhos.

Guida Linhares
Santos - SP - 17/11/2007


Por amor

Se por entre as trevas passei e as venci;
se enfrentei maremotos, provocados pela vida
e as tormentas se tornaram pequenas,
diante de mim, foi pelo amor,
que cultivo em meu coração.
Amor, força que advém da alma,
capaz de enfrentar qualquer mal e vencê-lo !
Se as sementes, cultivadas por mim,
fazem belas e alegres flores
despontarem é pelo amor !
Por esta essência de meu viver,
faço a pena que escreve
cada página de minha história,
frente às adversidades.
Por amor, luto até à exaustão,
fazendo dele meu médico,
meu confidente,
nos momentos de solidão;
meu irmão, nos instantes
do meu próprio entendimento;
meu mestre a ensinar-me,
a cada minuto;
minha estrela a conceder-me
a luz ao caminho;
meu manto a aquecer-me a alma;
meu bálsamo para minhas dores.

Ah ! por amor quero viver.
Por amor trilhar meus caminhos.
Por amor quero morrer !

Paulo Nunes Junior
São Paulo - SP - 17/11/2007


! Todo o tempo para amar !

Revejo com ênfase as marcas refletidas
Do amor...
Insisto em mirar meu corpo estremecido
Envolvido pelas paixões...
Vigilo mormente meu pensamento
Em "fusos horários"
Lembrando com saudades O que por mim passou.

Afago levemente o rosto, e minhas mãos deslizam...
Por entre os cabelos
Preguiçosamente, confundindo seu brilho suave...
Com vestígios de luz
Ornamentando meu semblante, no tempo que faz jus
A tecer fitas
Desejosas, matreiras, cautelosas na vontade de amar.

Entrelaço, temerosos encantos acomodando quimeras
E sem hesitar...
Encontro-me em aventuras embalando paixões siderais,
Em segredos tremulados
Envolvidos em sussurros secretos, suaves , intermináveis...
Em chaves reais dominados
E entremeados na perplexidade palpitante de ímpetos desejos.
! Possivelmente sempre estarei no tempo a me fazer...
! AMAR !

Maria José Caminha da Frota
Fortaleza - CE - 17/11/2007
Denise Severgnini
Enviado por Denise Severgnini em 22/11/2007
Reeditado em 22/11/2007
Código do texto: T748208

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, desde que seja dado crédito ao autor original (Denise de Souza Severgnini http://www.denisesevergnini.recantodasletras.com.br) e as obras derivadas sejam compartilhadas pela mesma licença. Você não pode fazer uso comercial desta obra.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Denise Severgnini
Novo Hamburgo - Rio Grande do Sul - Brasil, 58 anos
11345 textos (923863 leituras)
16 áudios (8888 audições)
311 e-livros (34204 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/10/17 09:37)
Denise Severgnini