Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A ESPERA DE VOCÊ.

QUANTOS CIGARROS FUMEI? NAO SEI...
AS TAÇAS DE VINHO QUE TOMEI, PEDI A CONTA...
QUANTO TEMPO TE ESPEREI... TAMBÉM NAO SEI...
AS VELAS JÁ SE APAGARAM.


VOCÊ NÃO VEIO JANTAR COMIGO,
AS FLORES QUE EU IRIA TE OFERECER, MUCHARAM.
JÁ ERA TARDE E VOCÊ NÃO APARECEU,
EU FIQUEI SEM ENTENDER O QUE ACONTECEU.

SAI A SUA PROCURA, A CHUVA CAIA SOBRE MIM,
PARECIA PEDRAS ENORMES.
PARECIA QUE A SOLIDÃO ME APEDREJAVA,
EU NÃO TINHA NENHUM LUGAR PARA ME PROTEGER.

VOCÊ ME EXPULSOU DO SEU CORAÇÃO,
A CHUVA LAVOU MEU CORPO.
E NÃO TIROU A MANCHA DA SAUDADE,
QUE FICOU AMARELADA EM MEU PEITO.

Brione Capri.
BRIONE CAPRI
Enviado por BRIONE CAPRI em 22/11/2005
Reeditado em 27/11/2005
Código do texto: T74844
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
BRIONE CAPRI
Guarulhos - São Paulo - Brasil, 32 anos
1428 textos (66606 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 04:26)
BRIONE CAPRI