Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Noite Morna...


Agarra tremula,nos braços
Que te afagaram,onde as rendas
Prazerosas te cobriram em perfumes
Diamantados.

Cai a noite morna,silenciosa
Na maledicência de antigos prazeres
Dorme calma amada nas palmas
Dos anjos que abrigam no divino amor.

Abre a porta dos sentidos
Espelha minha alma atordoada
Na semelhança da alcova solitária.

Fermenta teu seio,no néctar cevado
Chama-me para a chama da candura
Abre tua intimidade e morde a lança
De fogo que penetra tua carne na imensa
Suave dor.

Liberta no grito que ecoa
Nas pedras negras e desertas
O gozo em espasmos de leves levedos
e recolhe as perolas deste resgate de amor.

demetrioluzartes
Enviado por demetrioluzartes em 23/11/2007
Reeditado em 24/11/2007
Código do texto: T749895

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (demetrio luzart). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
demetrioluzartes
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil
979 textos (36486 leituras)
12 áudios (773 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/08/17 18:24)
demetrioluzartes