Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ORGULHO

SINTO MEU SENTIMENTO ESVAIR-SE
PARA ONDE NÃO SEI.
UM PEDAÇO DE MIM ESTÁ SUMINDO,
RELUTO, TENTO IMPEDIR,
NEUTRALIZAR, DISTANCIÁ-LO DE MEU ORGULHO,
TÁ DOENTO, O CORTE FOI PROFUNDO.
A PORTA ESTÁ ABERTA, INCENTIVANDO O VÔO.
MINHAS ASAS ESTÃO ABERTAS,
FALTAM-ME FORÇAS PARA ALÇÁ-LO.
LAGRIMAS QUEREM ME TRAIR
INSISTO EM RETÊ-LAS
MEUS OLHOS ENCHESSEM E NÃO TRANSBORDAM
MEU ORGULHO AUMENTA, MAS IMPONHO-ME
QUERO SER FORTE, NÃO POSSO FRAQUEJAR.
SERÁ QUE AMO ATOA A QUEM NÃO MERECE,
OU, ESTOU ILUDIDO COM ALGO QUE NÃO EXISTE?
NÃO IMPORTA, CONTINUAREI A DISPERSAR O AMOR,
E O PRAZER EM DIZER QUE AMO,
MESMO QUE NÃO SEJA IMPORTANTE
OU QUE DOA NO MEU INTIMO
MESMO QUE MEU CORAÇÃO CHORE
E QUE OS OLHOS TRANSBORDEM
COMO TAMBÉM NÃO CONSIGA VOAR
EU AMAREI, AMAREI, AMAREI...






01/04/2007
MIGUEL NASCIMENTO
Miguel Nascimento
Enviado por Miguel Nascimento em 24/11/2007
Reeditado em 24/11/2007
Código do texto: T750221

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Miguel Nascimento). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Miguel Nascimento
Rio Largo - Alagoas - Brasil, 48 anos
125 textos (9618 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/08/17 19:11)
Miguel Nascimento