Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ETERNO SENTIMENTO

Um botão orvalhando os meus olhos,
A rosa suspensa por quem um dia eu me apaixonei.

A pétala do sorriso salientava o perfume,
As minhas mãos choravam ao tocá-las pelas manhas.

As primeiras lágrimas regando um jardim,
A força da primavera entre o véu e os espinhos.

A doce presença se desabrochando em vermelho,
O verde lhe apalpando inacreditavelmente.

As folhas se rompendo sustentadas pelo pesar do tempo
Recaindo sobre a saudade, me vi um homem terra.

Dançando na poeira e no barro me restabeleci.
Tentei contra a força da gravidade e o meu caule sorriu pra mim.

A esperança me enchia, e o lugar se transformava,
Exprimiam-me entre os cravos, as margaridas sorriam.

O mundo se enfeitava em flores, e eu não desistia do ar que respirava,
Repassava a magia e os sonhos se materializavam em oferta.

O vulto se mostrava onipotente e diante de nós via-se amor,
Um monumento indescritível do poder e da beleza me consumia ardentemente.

Agregava-me por todo contorno.
O som e a musica saiam por todos os lados.

E na explosão da imensa alegria, me vi crescendo,
A alma se instalou e os meus dias se pintaram de eternidade.
Gueko
Enviado por Gueko em 26/11/2007
Código do texto: T753362

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Gueko
São Mateus - Espírito Santo - Brasil, 51 anos
810 textos (33913 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/08/17 05:45)
Gueko