Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Meu grito de amor

Nesse grito desesperado, quero falar do meu amor.
Dizer que te amo.
Que te preciso.
Sem rimas, sem razões, sem querer.
Apenas com a força de minha emoção.
Quero nesse momento, poder dizer ao mundo o quanto é grande o que sinto.
Evito rimas, mas não tem jeito.
Esse é um grande defeito
Que tem no amor
Não se pode fugir da fantasia.
De sentir em rimas, toda alegria
De dizer que amo e sou amado
De sentir que em noites frias sou chamado
Mesmo que já tenhas alguém ao seu lado.
Dizem que não tenho juizo
Que amar assim não e certo
Mas sei o que quero e preciso:
Ter você aqui. Bem perto
Abraçar teu corpo quente
Beijar teus lábios como um demente
Um louco que por ti se apaixonou
E aos teus pés, ficou.
Divina criatura, que amo tanto
Amante amiga, que me inspirou
Mulher que faz cair meu pranto
Criança, que me conquistou
Em nossos delírios de amor pagão
Quebramos regras, e nos pertencemos
Seguimos os desejos do coração
Fazemos tudo o que queremos
No desespero por querer-te assim
Esqueço tudo que está a minha volta
Pois ter você aqui junto de mim
É meu desejo, e nada mais importa
TadeuBarueri
Enviado por TadeuBarueri em 27/11/2007
Código do texto: T754193

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Tadeu-Barueri - http://recantodasletras.uol.com.br/autores/tadeubarueri). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
TadeuBarueri
Barueri - São Paulo - Brasil, 60 anos
97 textos (3185 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/10/17 16:11)
TadeuBarueri