Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

POETA TROVADOR


POETA TROVADOR

Olhai para a rosa a desabrochar
Caule em flor, símbolo do amor
Há ventura maior que amar?
Cala-te! Responde o beija-flor.

Vês porque estou a rodopiar?
Bêbado com o cheiro embriagador
Minhas chispas perdem-se no ar
E fico a galantear, sou poeta trovador!

Tão arrebatadora ânsia, o querer
Ela sempre à distância a viver
De paixão febril estou consumido

Insisto, porém nos vôos apressados
Eis a glória de um beijo roubado
Que faz meu amor ser tão atrevido!


Tânia Mara Camargo
Enviado por Tânia Mara Camargo em 27/11/2007
Código do texto: T754586
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Tânia Mara Camargo
Jundiaí - São Paulo - Brasil, 60 anos
508 textos (17575 leituras)
7 áudios (417 audições)
1 e-livros (32 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/17 11:00)
Tânia Mara Camargo