Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VENDEDORA DE AMOR

Pecado é o teu nome mulher!
Banal, são teus gestos
Cheios de resplendor.
Irrefletidas são tuas ações e desvairadas.
Despudorada pior que Messalina
Em todo teu frescor.
Erótica sensual, e excitante.
Provocadora de enfartes
E de sonhos eróticos sem estilo.
Visão de deixar sem ar
Qualquer ser humano.
Ou de matar qualquer estudante
A fazer a noite toda contigo!
Pelas tuas curvas me perco
E não sou mais ninguém.
Sentindo teu cheiro
De fêmea sempre no cio
Fico tropeçando bêbado no ar vazio...
Tal como Afrodite
Es tu mulher na minha vida.
Ninfomaníaca no meu ser
Arrepiando-me a alma a teu prazer.
Quando te olho assim toda dada...
Mulher de qualquer um,
E tragar-te de imediato
Com ganas não posso.
Fico a fitar-te tonto de paixão e desejo
Sentindo-te explodir no meu peito
E te tenho com meus olhos sangrando
De amor...
Até a hora de poder devorar-te,
Até a hora que enfim chegares,
No aconchego da nossa cama,
Com pudor...

BARRET
Enviado por BARRET em 27/11/2007
Reeditado em 17/10/2008
Código do texto: T755525
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
BARRET
Salvador - Bahia - Brasil
772 textos (71140 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/08/17 08:50)
BARRET