Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Saudade...

Palavra difícil de ser traduzida!
Moras na minha alma... sem calma
E pro ela sou conduzida...

Sinto de várias formas...
Saudades brandas que nascem...
Nos campos verdes do meu coração
Me dando alegrias sem normas
Fazendo-me sentir VOCÊ com emoção
E... cada dia... renascem

Saudade... de te ver!
Saudade... suspiro... com brilho
Não reclamo... quero ter
Saudade me reluz...
Como um fecho de luz

Saudade danada...
Vem desajeitada, apressada
Sem olhar pra estrada
Fazendo-me ficar extasiada!

Saudade do teu corpo
Que não me possuiu...
Só a vontade existiu
Meus sonhos... consumiu!

Saudade que me alucina
Torna-me menina
Vontade de me transportar
Só pra te amar!

Saudade que me faz falar...
Me faz sorrir... chorar
Querendo nos teus braços estar
E pra sempre ficar!

Saudade... minha companheira!
Estarás comigo... de toda maneira
Na agonia... na alegria...
Morarás no meu coração
Acariciarás minha paixão!

Saudade deste homem
que não conheci!
Que de longe encantou...
A Mulher adormecida...
Que se achava protegida...
Deste sentir... AMOR!

...
Nanci Cerqueira
Enviado por Nanci Cerqueira em 28/11/2007
Código do texto: T755840
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Nanci Cerqueira). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Nanci Cerqueira
Salvador - Bahia - Brasil, 59 anos
595 textos (24609 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/08/17 04:18)
Nanci Cerqueira