Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

POEMA SÓ DE BEIJOS

Ébrio de amor estiro-me no teu leito,
Sinto teu aroma de mulher como o das flores,
Abraço-te, pois quero sentir peito no peito,
Sugar de teus lábios saborosos licores.

Quero ver teus olhos revirando num suspiro desfeito,
Amar-te na penumbra do quarto, viver só de amores,
Porque meu sentimento não te trará dores,
E o mundo, sem o teu amor, não será perfeito.

Quero ter preso em minha mão, o teu seio,
E a alma febril plena de esperança...
Apossar-me de teu corpo, sem nenhum receio,
Para guardá-lo nos escaninhos da lembrança.

Quero tuas mãos, habilidosas labaredas de desejos,
Percorrendo erógenos caminhos no meu corpo,
E detendo-se ao sopé do meu ativo vulcão
Fazê-lo explodir de prazer e emoção.

Quero sentir nossas lavas em ardente fusão,
Em divino amálgama se transformando,
Invadindo a macia fôrma da criação,
E nova vida formando.

Por fim amada, faço-te um poema só de beijos,
Escando e declamo os versos em solfejos,
Só para ver arfar os teus seios,
E me perder em longos devaneios...
Maria Hilda de Jesus Alão
Enviado por Maria Hilda de Jesus Alão em 23/03/2005
Código do texto: T7560

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria Hilda de Jesus Alão
Santos - São Paulo - Brasil
848 textos (339106 leituras)
19 áudios (10567 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 28/09/16 05:33)
Maria Hilda de Jesus Alão