Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

QUANDO O AMOR CHEGAR

Que possa  roubar-me os sentidos,
de forma sorrateira - sem prévio aviso.

Que não me encontre despida de vestes,
mas encontre-me bela, em camisola de seda.

Que possa encontrar-me envolta
em suave perfume a incensar o ar.

Que possa encontrar-me delirante
em pele suave e fresca,
após um banho noturno.

E que nesta noite,
a lua e as estrelas se façam cúmplices
dos corações apaixonados.

Que os astros nos façam embevecidos em juras
e em voluptuosa vontade de brindar o amor,
para que possamos vivê-lo em sua plenitude.
Maria de Fatima Delfina de Moraes
Enviado por Maria de Fatima Delfina de Moraes em 28/11/2007
Código do texto: T756301
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria de Fatima Delfina de Moraes
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
1733 textos (41741 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/08/17 11:27)
Maria de Fatima Delfina de Moraes