Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Piramide do amor.

Espera..,
São duas,
Não três palavras,
Em quatro sentidos únicos.
 De cinco beijos da primavera.
 Que bem me fazia carícias tuas.
Seria um sonho real, ou sonhos mágicos.
 Peço-te amor, espera por mim na triste saudade.
Que um dia ela se transforma em lindos sorrisos.
E ai, escuta-me, serás única em pensamento ,meu sublime anjo.
Tocar-me-ás serena e docemente, como beijo sabor a veludo e apaixonado.
Poema rasgado em rimas sorridentes, nem rimam, mas a poesia será sempre eternidade.
 Que nossos corações toquem eroticamente um no outro em todos os possíveis paraísos.
E no final dessa pirâmide Poética e singela, espero ao a ler de novo, já estar a teu lado.
…..

Poeta Perdido

29/ 11/ 2007

Poeta Perdido
Enviado por Poeta Perdido em 29/11/2007
Código do texto: T758381

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Poeta Perdido
Portugal, 37 anos
27 textos (1017 leituras)
1 e-livros (29 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/10/17 05:46)
Poeta Perdido